Terça-feira, 31 de Maio de 2011

Uma nova revista no mercado

A Superténéré já tá nas rua, é só pegar!

 

Rolling Stolen

 

A revista que é uma roubada!

           

Como todo mundo sabe, não existe a menor chance de reduzir o número de roubos e furtos de motos. A prova disso são as cotações de seguro. Nas motos mais roubáveis o valor do seguro chega a 1/3 do preço da moto. O que significa que a cada 3 anos de seguro o dono da moto poderia comprar outra!

 

Dessa análise, eu e meu vizinho Daniel, parceiro de boas idéias, decidimos criar um veículo especializado especialmente voltado para este mercado. Qual mercado? De seguros? Segurança pública? Alarmes e travas? Não, é uma revista destinada ao consumidor final, ou seja, aos ladrões! Isso mesmo, é a primeira revista especializada voltada a este enorme mercado que cresce diariamente e certamente atrairá as agências de publicidade, afinal ladrão também é gente e consome produtos como armas de fogo, roupas de grife, aparelhos eletrônicos, cartão de crédito, banco etc. Ninguém pode negar que eles consomem, se compram ou não é apenas um detalhe.

 

Veja como ficou a pauta da primeira edição da Rolling Stolen.

 

Teste comparativo: Hornet x XT 660, qual melhor moto para fuga. Vamos analisar características técnicas como a distância livre do solo que facilita varar as lombadas, subir e descer calçadas e handling em alta velocidade. Qual acelera mais de zero a dois quarteirões. Teste “saidinha do banco” de retomada de velocidade com garupa.

 

 

 

A Hornet dá fuga até na terra!

 

Lançamento: Superténéré, muito mais da hora que a XT 660. Saiba quais concessionárias estão vendendo e como seguir os novos compradores otários. A moto de fuga do momento: mais de 200 kmh de final, sem corrente e dá pra roletar lombada sem olhar!

 

Segurança: A importância de usar colete à prova de bala. Como conseguir o seu com policiais corruptos.

 

Pilotagem: As técnicas para pilotar com a mão direita e segurar o ferro na esquerda. Como frear apenas com uma mão sem deixar a moto morrer, nem você. Pratique slalom na comunidade e fuja com mais eficiência apenas com uma mão usando o contra-esterço.

 

Serviço 1: Novos alarmes e travas, como desativar ou arrebentar. Dispositivos de rastreamento, saiba como impedir o playboy de acionar a central. Métodos de persuasão de playboys para entregar o sensor de presença.

 

Serviço 2: Usadas, quais os picos que recebem a motoca puxada. Cotação de receptação: saiba quais são as mais valorizadas nos desmanches clandestinos. O que avaliar na hora de puxar a cabrita. Tudo sobre liquidez de moto e de playboys.

 

Turismo: O frio está chegando e a playboyzada sobe as montanha. Mostramos quais as cidades de serras que os mauricinhos gostam de dar um rolê de motoca.

 

Scooter: Um dia você ainda vai puxar uma. Ideal pra zuar na comunidade porque tem porta-bagulho debaixo do banco e os gambés não crescem o olho no baculejo. Já tem uns scooter grandão que levam ainda mais bagulho e dão menas bandeira.

 

 

 Scooter é bão pra levar os bagulho e dá menas bandeira!

 

Perfil: Zero Bala, o maluco que mais puxa bike do pedaço. O mano pega os playboy na estrada ou na balada. Nunca perdeu uma bike. Os segredos do maluco de mais responsa na comunidade.

 

Pequena da hora: A CG continua a motoca de mais pegada na parada. Tem várias zeras rodando por aí e é grana na mão. Cada cegezinha dá pra uns 100 papelotes. É puxar a moto e receber o braite!

 

Parcerias & negócios: painel completo com a bolsa de propina. Quanto as delegacias estão cobrando pra livrar 155, 156, 157 e 160 e quais oferecem a melhor relação custo/malefício. Como formar parcerias com gambés e dicas de bons negócios no atacado.

 

 

 

Zero Bala, um maluco de responsa que só puxa bike zera

 

Legislação: a importância de esquentar a cabrita na moral. Vamos mostrar os melhores e mais eficientes despachantes e agentes de Detrans, Ciretrans e Denatran que resolvem tudo sem stress. Onde comprar DUT oficial, como conseguir endereços falsos e os cartórios que reconhecem firma até de defunto. Box com as ferramentas e dicas para pinar o chassi de moto comprada em leilão, sem deixar vestígio.

 

Esporte: Uma emocionante reportagem com os melhores locais para puxar motos pra fazer MotoCross, enduro, rali ou velocidade. Como preparar uma bike cabrita pra fazer track-day nos autódromos. Conheça as trilhas de Minas Gerais e saia com a moto especial que quiser usando apenas um 38.

 

Ferramentas: Um guia completo com os principais canos do mercado, desde o 38 a tambor, até mini-metralhadora israelense. Guia especial com dicas do Paraguai e como conseguir armas exclusivas das forças armadas.

 

Não perca a edição número 1 da Rolling Stolen, a revista para quem curte moto, mas não é otário de comprar. Pegue uma no jornaleiro mais perto, se ele reagir, atire!    

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

publicado por motite às 20:59
link do post | comentar | ver comentários (33) | favorito
Sexta-feira, 27 de Agosto de 2010

Riders vem aí

(Prepare-se: vem aí uma revista muito diferente!)

 

Em 1996, quando fui para a revista Moto! conheci o diretor de arte Ricardo Bianco, jovem e super antenado com as tendências gráficas da Europa e EUA. Foi quando tivemos a chance, em 1998, de fazer uma edição especial só sobre scooters, chamada Revista do Scooter! e pudemos colocar algumas destas tendências em prática, resultando em uma revista moderna e diferente de tudo que existia no mercado. Pena que a editora não investiu na idéia e a revista sumiu. Mas ficou aquela frustração de não conseguir concretizar o projeto de uma revista de moto diferente de tudo que existia.

 

Passados mais de 10 anos fui surpreendido pelo convite de participar de uma reunião com o editor Nastari prestes a lançar uma nova revista de moto no Brasil. Confesso que fui para a reunião bem cético, disposto a demovê-los da idéia. Afinal, acabamos de ver o fechamento da Moto Max e sei das dificuldades das revistas especializadas em um mercado tão pequeno.

 


(Revista do Scooter: lançada só uma edição em 1998 e sem continuidade)

 

Até que dei de cara com a Riders, uma revista totalmente diferente de tudo que foi feito no mercado. Não é uma revista de moto, mas uma revista sobre motociclistas. O acabamento gráfico, as fotos e as matérias imediatamente me remeteram à 1996 quando tentamos fazer uma revista menos técnica, menos chata, menos didática e muito, mas muito mais emocionante.

 

A Riders vem da Itália, país dos grandes mestres do desenho, da moda e do estilo. Lá também foi uma aposta arriscada: criar uma revista na qual  a moto não fosse o tema principal, mas o link entre vários assuntos. Hoje a moto exerce fascínio em qualquer setor da criação: publicidade, esporte, moda, turismo, enfim, a moto está poresente muito além dos testes e técnica.

 

 

Pelo que vi das edições italianas, a Riders é absolutamente fascinante. Uma mistura de revista masculina como Maxim, FHM, Squire, VIP com as melhores revistas de moto do mundo. A proposta será mostrar mais os motociclistas do que as motos. Muita reportagem de turismo, gastronomia, moda, acessório, arte etc.

 

E, claro, já me ofereci para ser colunista reafirmando a proposta de produzir artigos que resvalem no motociclismo, mas que sejam agradáveis também aos não-motociclistas.

 

Para quem quiser conhecer mais, aqui vai o link de apresentação do produto. Aguarde: o lançamento será em breve!!!

publicado por motite às 16:18
link do post | comentar | ver comentários (16) | favorito

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 13 seguidores

.Procura aqui

.Junho 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Uma nova revista no merca...

. Riders vem aí

.arquivos

. Junho 2018

. Abril 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Março 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds