Quinta-feira, 11 de Setembro de 2008

Segurança - o que há de novo?

 

(Tá ligado? Foto:Tite)

 

Depois de 20 anos escrevendo sobre o mesmo tema às vezes fico com a impressão de que esgotei o assunto “segurança de motociclista”. Não agüento mais escrever as mesmas coisas do tipo “como frear”, não rodar à direita dos automóveis etcétera e tal. Só que eventualmente surge sim um novo conceito, uma nova visão sobre o mesmo assunto. Uma abordagem mais técnica, mais humanista ou mais maluca, quem sabe. Recentemente durante o curso de pilotagem fiz um paralelo entre as diferenças entre carro e moto e cheguei a alguma deduções óbvias e outras nem tanto.
 
Quando se fala em segurança veicular precisamos dividir em duas vertentes: a segurança PASSIVA e a segurança ATIVA.
 
A segurança PASSIVA é tudo aquilo que o veículo e o meio oferecem para garantir a integridade dos usuários (pessoas, como eu, você o Dunga e até as sogras!). Automóveis, ônibus e caminhões são equipados com uma estrutura deformável, cintos de segurança, sacos infláveis (air-bags), volante retrátil, barras anti-choque na carroceria, freios ABS etc.
 
(cintos retráteis: segurança passiva)
 
Além disso, as estradas são construídas pensando nestes veículos com quatro rodas ou mais. O piso, as proteções laterais (guard-rails e muros), as faixas, os refletivos (olhos-de-gato), tudo é pensado para garantir a segurança de quem roda com quatro ou mais rodas.
 
Diante disso, a segurança PASSIVA de quem roda em veículos de quatro rodas ou mais é muito bem abastecida.
 
A segurança ATIVA é toda ação que os condutores têm para garantir a própria integridade e a dos outros. Em outras palavras, COMO ele dirige ou pilota. Mesmo um carro equipado com o que existe de mais moderno em termos de segurança passiva pode tornar-se letal nas mãos de um desequilibrado que viaja a 200 km/h e se enfia debaixo de um caminhão, ou perde o controle e bate de frente em uma Kombi 1968 com oito pessoas a bordo.
 
Nas motos a segurança PASSIVA é representada pelos equipamentos de segurança (capacete, luvas, botas, casacos, protetor de coluna etc) e eventualmente o freio ABS. Convenhamos que por melhor que seja o equipamento, não se compara a um pára-choque e uma carroceria.
 
Por isso motociclistas precisam caprichar na segurança ATIVA muito mais do que os motoristas. O que significa pilotar de forma ativa? Não se deixar conduzir pela moto, mas efetivamente pilotar sua moto!
 
Pró-ativo
Hoje em dia a palavra pró-ativo está na moda. Tem gente pró-ativa de tudo que é lado, em todas as áreas. A maioria nem sabe o que vem a ser isso, mas se classifica como pró-ativo. Tudo bem, desde que não signifique a pró-desativação dos outros, ninguém se machuca...
 
O que tem de novo em ser um motociclista pró-ativo? É ficar antenado cada segundo que está montado na motocicleta. Vejo motociclistas experientes pilotando suas motos como se estivessem de carro. Até celular com blue-tooth já estão instalando no capacete pra conversar enquanto pilota. Nana-nina-não!!! Pilotar motos exige 100% de atividade, cada músculo, cada sentido precisa estar preparado para frear, acelerar, buzinar, desviar, mexer o corpo, etc.
 
Ser pró-ativo na pilotagem é ver antes de acontecer. É frear antes de o motorista fechar. É agir antes de se surpreender. Já escrevi várias vezes sobre a pré-visão, a capacidade de ver antes de acontecer. Para essa postura ser bem sucedida é preciso ficar totalmente atento e não se obtém esse grau de atenção respondendo para a esposa o que você vai querer no jantar. Ou que vocês terão de visitar a sogra justamente no final de semana que você tinha programado jogar futebol. Enquanto seu cérebro bola um plano infalível pra escapar do mico um carro pode desviar bem na frente e lá se foram suas preocupações porque não vai mais nem jogar futebol com a canela fraturada. Mas, em compensação, a sogra vai te visitar! Viu a extensão dos danos que um segundo de distração pode causar?
 
A tal da “atitude”, palavra tão em moda nas campanhas publicitárias e políticas, nada mais é do que a velha e desgastada POSTURA. Manter uma postura ativa na pilotagem é a maior garantia de não ser mais um número nas estatísticas de trânsito. 
 
+          +          +
Atividade de risco?
 
Desde que fomos atingidos pela tragédia de perdermos um aluno durante o curso de pilotagem, muita gente veio prestar solidariedade com palavras de consolo e muito bem vindas. Só discordo do conceito de “atividade de risco” ao qual muitos se prenderam para justificar um acidente.
 
Não acredito que fazer um curso de pilotagem PREVENTIVA dentro de um circuito seja uma atividade de risco. Pelo contrário, é extremamente seguro. Considero atividade de risco escalar montanhas com mais de 5.000 metros nas quais as condições incontroláveis do clima podem provocar uma tragédia sem aviso prévio. Mais ainda, todo mundo sabe que acima dos 5.000 metros o organismo sofre alterações profundas. Mesmo assim, anualmente dezenas de escaladores sobem as montanhas com mais de 8.000 metros de altura e nem sempre voltam. ISSO é uma atividade de risco.
 
(escalar é perigoso? Foto: Tite)
 
Eu faço escalada tradicional, clássica, mas não considero como atividade de risco, porque existem vários procedimentos de segurança que devem ser obedecidos. Nada impede que um escalador com comportamento de risco se exponha inadvertidamente a situações perigosas. Se forem respeitados os procedimentos de segurança, escalar torna-se mais seguro do que passear de moto em São Paulo.
 
Dentro de uma condição cercada de segurança e instrutores treinados ninguém está praticando uma atividade de risco. O que deve ser muito bem diferenciado é o COMPORTAMENTO DE RISCO. Esse sim é o maior responsável pela maioria dos acidentes dentro e fora das pistas. Quando alguém não consegue adotar uma postura preventiva e assume um comportamento de risco o menos importante é o QUE e ONDE está praticando, mas COMO.
 
Todos nós lamentamos demais o acidente e as conseqüências, mas não aceito a justificativa de que fazer um curso de pilotagem preventivo seja uma atividade de risco. Afinal, além dos alunos EU também estou lá dentro! E eu não me arrisco à toa.

 

 

publicado por motite às 18:50
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 14 seguidores

.Procura aqui

.Junho 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Segurança - o que há de n...

.arquivos

. Junho 2019

. Março 2019

. Junho 2018

. Abril 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Março 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds