Sexta-feira, 1 de Agosto de 2014

O tigre, o menino e o trânsito

 

(Devido ao número de acessos, não é possível mais publicar comentários neste post, se quiser pode fazer nesta sequência)

 

Como um acidente pode explicar o comportamento humano

 

O Brasil ficou chocado nos últimos dias de julho quando um garoto de 11 anos teve o braço direito dilacerado por um tigre. O "acidente" ocorreu em um zoológico de Cascavel, PR, quando o garoto, acompanhado do pai, pulou uma cerca de proteção, ignorou os avisos de manter-se afastado e provocou primeiro um leão e depois o tigre. O desfecho todo mundo viu: teve o braço amputado na altura do ombro e terá a vida inteira para refletir sobre esse ato "corajoso". Esse acidente é exemplar, em todos os sentidos.

 

Quem acompanha minhas colunas sabe que há décadas eu insisto no declínio na qualidade do ser humano em sociedade. Especialmente no Brasil, país que parece caminhar ladeira abaixo no campo das relações humanas.

 

Felizmente alguém filmou e mostrou uma imagem que retrata o que vem acontecendo em uma sociedade desacostumada a respeitar uma autoridade. O garoto ficou por cerca de seis minutos atiçando dois felinos de grande porte, conhecidos por qualquer ser vivente como predadores. Até as pedras sabem que esses animais se alimentam de outros animais desde que o mundo é mundo.

 

Imediatamente após a divulgação das imagens começaram os julgamentos, principalmente os do "contra" e "a favor", seja do tigre, do garoto, do pai, do zoológico, de Deus etc. No atual modus operandi social de palpitar sobre tudo houve a esperada distribuição de culpa para todos os envolvidos, alguns até tentando amenizar o lado do garoto sob a alegação de que era "incapaz" de avaliar os riscos. Será? Com 11 anos você não sabe a diferença de um gato para um tigre?

 

Deixando um pouco o tigre de lado, vamos lembrar um pouco das histórias da Bíblia. Sem a menor conotação católico-cristã, mas apenas como exemplo. Muita gente atribui o pecado original ao sexo, fazendo uma analogia direta da mordida na maçã com rala e rola entre Adão e Eva. Mas Deus não poderia castigar pelo sexo, senão inviabilizaria a reprodução humana e jogaria por terra o famoso "crescei e multiplicai". 

 

O pecado original que condenou Eva e seu amasio ao mundo terreno foi a DESOBEDIÊNCIA. Deus deixou bem claro: não coma a fruta dessa árvore! E quando virou as costas lá foi ela e nhoc! Não tinha uma placa na macieira do tipo "fique longe, não coma". Por trás da desobediência está o conceito que quero chegar: o desrespeito!

 

Voltando ao zoológico, qual o padrão de comportamento dos visitantes: enfiar o braço na jaula ou manter-se afastado? Se uma criança violou o padrão é preciso olhar para esse caso isolado e tentar entender melhor de onde vem o comportamento tão prepotente.

 

Hoje em dia existe uma enorme confusão aqui em terras brasileiras com relação à educação. Também já escrevi sobre isso. E é um tal de pais entregarem seus filhos às escolas na crença cega de que o pimpolho sairá de lá um lorde inglês e com conhecimento de filósofo alemão. Mas em casa o filho faz o que quer, passa o dia no videogame, desobedece os pais e eventualmente despreza a autoridade dos empregados.

 

Educação é aquele conjunto de regras transmitidos de pais para filhos como uma carga genética. O que a escola transmite é conhecimento. Portanto, escola não educa, quem educa é o convívio familiar. Já defendi mais de um milhão de vezes a mudança do nome de ministério da Educação para ministério do Ensino.

 

Pergunto, que tipo de pai pode gerar um filho tão incapaz de entender a regra mais elementar, bíblica e basilar da educação que é a obediência? Que tipo de exemplo esse garoto tem em casa para ignorar tão descaradamente os perigos que envolvem o enfrentamento de um animal feroz? Uma criança que atiça descaradamente um animal selvagem como o tigre respeita seus professores? Obedece seus pais?

 

É o reflexo da falta de cuidado na educação, não da escola, mas aquela da formação do caráter. Quem enfrenta um tigre não é corajoso - como escreveram alguns - ou simplesmente desobediente?

 

Chamou-me a atenção o comentário de vários jornalistas que reforçaram o fato de no momento do acidente não ter nenhum vigia, embora o zoológico tenha se defendido alegando que a área é monitorada por quatro fiscais.

 

Ora, jornalistas são pessoas esclarecidas, viajam e normalmente voltam do exterior sempre com uma história de civilidade na ponta da língua. Ficam impressionados que nos museus americanos o visitante deposita o valor em uma caixa que fica ali, ao alcance de qualquer um, mas ninguém pega. Contam - impressionados - que na Áustria as padarias deixam o leite fora e as pessoas pegam e depositam as moedas em um pote, sem ninguém vigiando.

 

Mas cobram o fato de naquele local do zoo não haver um vigilante. É ISTO que quero chamar a atenção: educação não é um comportamento expresso diante de fiscalização, o nome disso é obediência. Educação é o comportamento do indivíduo quando não tem NINGUÉM olhando!

 

Por isso a Prefeitura de SP instalou mais uma centena de radares e câmeras de vigilância, porque o motorista só consegue se manter educado sob constante fiscalização. Porque não foi educado. Os motoristas/motociclistas mal e porcamente foram instruídos, quando foram... E os ciclistas nem isso!

 

Pela visão do jornalismo sensacionalista podemos perder a esperança em trânsito solidário sem que haja uma fiscalização opressiva e constante, como no zoológico. Não basta uma placa de proibido estacionar, precisa ter um fiscal. Não basta investir em passarela ou ciclovia, tem de fiscalizar. Não basta avisar que o leão é bravo, precisa colocar o braço lá dentro!

 

* Desculpem-me não me apresentar, mas este blog foi criado para  artigos que não publico na imprensa aberta. Como era reservado mais aos amigos, nem sequer me dei ao trabalho de assinar, meu nome é Geraldo Tite Simões - Jornalista, escritor, especialista em segurança viária, duas filhas (bem educadas, eu acho...). 

publicado por motite às 23:15
link do post | comentar | favorito
1137 comentários:
De Raquel a 2 de Agosto de 2014 às 01:23
Você escreveu exatamente como penso.
Parabéns!
De rejane a 3 de Agosto de 2014 às 22:11
ótima reportagem, pena que os mal-educados nao vao ler.......
De romulo santos de araujo a 4 de Agosto de 2014 às 16:05
Criticar o pai e o vigilante é mais fácil do que tomar a iniciativa de retirar o menino do perigo, mais fácil filmar, fotografar, registrar e criticar tudo e todos os outros sem olhar para o próprio umbigo, sociedade hipócrita.
De Vera Ferrante a 4 de Agosto de 2014 às 19:41
O que está aconteceu também foi a falta de respeito com o espaço alheio.
De Angela a 4 de Agosto de 2014 às 22:09
Você tem toda razão!! Além de desedicadas, muitas pessoas são preguiçosas!

Ou até podem ler, mas não entenderão uma só palavra...

De Cristiane a 5 de Agosto de 2014 às 00:14
verdade!!!
De Nilva a 5 de Agosto de 2014 às 06:10
Vc comentou sobre vários temas. Quero me ater a um: O da Eva. N acho q se trata de desobediência. Acho q se trata da eterna busca do ser humano por conhecimento. Sp imagino o Adão e a Eva entediados com o paraíso, pensando + ou - assim: "Tá bom demais aqui, mas o q será q tem depois do horizonte?" A culpa sobrou pra Eva, provavelmente, pq a mulher é + curiosa!
De Maristela a 5 de Agosto de 2014 às 13:55
Lê sim, fui educadora por mais de 37 anos e acabei de ler.
De Francisca Tavares a 4 de Agosto de 2014 às 02:25
Precioso comentário. Outro dia fui na escola de meu filho e falei que eu não atribuía à escola a responsabilidade sobre a educação de meu filho, disse que a escola tem a função de transmitir conhecimento e dar bons exemplos. O diretor ficou impressionado pq muitos pais vão até ele reclamar do comportamento do filho responsabilizando a escola por ser ineficiente no quesito "educar"...
De Marilda a 4 de Agosto de 2014 às 06:25
Concordo plenamente com você. ..mas as escolas também são despreparadas...tem que convocar os pais e deixar bem claro que o papel de educar é deles (pais)...que a escola é pra transmitir conhecimento...mas daí entra essa política ordinária que nós temos e impõe que nenhum aluno pode ser reprovado...isso é um absurdo!! Tá tudo errado! !!..Ektb olhe, pasmei qdo soube que quem instituiu isso não foi o PT (eca!!)...daí pensei: estamos ferrados mesmo...sem ter pra onde correr. ..façamos a nossa parte!! Mobilização já! !!
De valdirp santos a 4 de Agosto de 2014 às 18:31
e uma pena que os mal educados não vão ler esta materia que foram transcrita pela nobre colega
De Valeria Cavalcante a 4 de Agosto de 2014 às 23:56
Queridos sou professora da rede estadual e se voces passarem um dia inteiro numa escola publica saberão que, como esse garoto, ha milhares de outros totalmente sem limites; sem conhecerem regras ou respeitarem-na por falta de exemplos simples e básicos que vem da familia. Os professores, na visão de muitos pais, se tornaram inimigos dos sseus filhos, onde os filhos são uns coitadinhos e os professores os vilões. A escola pblica estaum barril de pólvora que a qualquer momento explodirá......
De Julio a 5 de Agosto de 2014 às 15:14
Olha! Seu texto vai ao encontro de tudo o que venho falando há décadas. Fui professor universitário e, pasme, vi alunos que os diferenciava de um cavalo era só a antena parabólica do equino.
Vi alunos cuja "educação" era baseada na quantidade de dinheiro que os pais possuíam...
Aí você vê alunos recém saídos de colégios militares ou religiosos, e fica espantado com o grau de educação e ética no trato das relações interpessoais.
Eu vi uns fragmentos do filme do garoto, e o tempo todo eu me perguntava: ONDE ESTÃO OS PAIS DESSE MONSTRINHO ???
Ao que parece, pelos comentários de um dos fragmentos, o pai se divertia com as "traquinagens " do filho e sua "valentia" para lidar com animais tão ferozes... Deu no que deu!
Depois aparece com a cara chorosa no horário nobre da noite de domingo, confessando-se arrependido... Ora, faça-me o favor!
Sei que o que vou falar vai provoca a ira dos "politicamente corretos ", mas uns bons petelecos previamente dados teria evitado todo esse dissabor!
De Melania a 5 de Agosto de 2014 às 22:03
Maravilha o teu comentário Francisca. Tenha certeza que teu filho será um cidadão exemplar. Parabéns.
De elem a 4 de Agosto de 2014 às 18:37
Show. Traduz em muito bom português o que penso. Como professora, às vezes penso que sou uma mera "adestradora" de crianças. Pais precisam refletir sobre suas responsabilidades como "lapidadores" destas "joias brutas"que têm muito que aprender dentro de casa. Pondo a mão a consciência e reavaliando seus valores para transmitir com responsabilidade, não apenas sendo reprodutores e expectadores dos "filhotinhos bonitinhos".
De sonia a 5 de Agosto de 2014 às 01:03
Ótimo exatamente como penso parabéns.
De daniela c. mariano a 5 de Agosto de 2014 às 01:46
concordo plenamente. a culpa é do pai que não educou seu filho para obedece-lo. esse foi um caso em que somente essa família sofrerá com as consequência da falta de educação. e os casos de assalto, assassinato, trafico de drogas, garotos que se acham e batem em pessoas de rua e colocam fogo em índios.... temos que parar para refletir e dizer não para as pessoas hipócritas, e termos coragem de dizer para esse pai imbecil que a culpa foi dele. e quando vermos outro pai fazendo uma idiotice dessa, alerta-lo ou ele mesmo sofrerá as consequências. quero parabenizar a pessoa que escreveu essa matéria. e dizer aos jornalista sensacionalistas, que parem de evidenciar as atitudes erradas, e comecem a relatar os fotos reais com bom senso para ver se a sociedade acorda. porque estamos no limite do caos e da desordem, pois em um pais onde a impunidade reina absoluta e a justiça só acontece para quem não tem dinheiro para pagar um bom advogado, então temos que colocar mais informações com moral e bons costumes... mas não estou falando de preconceito, estou falando de educação e de colocar o dedo na ferida mesmo... de dizer ao povo " viu, se o pai tivesse pulso firme com o filho essa tragédia poderia ter sido evitada".
De Ana a 5 de Agosto de 2014 às 01:49
Bom texto. Atrevo-me a acrescentar apenas o simples fato de que apesar de concordar com o desrespeito, desobediência, negligência, ausência da educação e todo o mais, vivemos numa sociedade - digo pelo mundo todo - em que existem, por exemplo, deficientes intelectuais, os quais muitas vezes não são capazes de julgar a periculosidade de uma determinada situação. Então, sim! A segurança e monitoração de um local onde promova quaisquer riscos de uma pessoa ser lesionada ou levada a óbito, é necessária. Venhamos e convenhamos, este é o caso da exposição de um leão e/ou um tigre.
Na ausência do mínimo que se pode exigir de um adulto - bom senso -, ou até mesmo a lógica de uma criança, existe a necessidade de que haja segurança num local desse tipo.
De helmo custodio a 5 de Agosto de 2014 às 04:50
Os pais não ensinaram infelizmente coube ao tigre a tarefa... gente pelo amor de Deus. se tem q sacrificar um bicho tem q ser o pai do menino.
o menino alem de pular a cerca de segurança ainda ficou provocando os felinos... o ser humano tem q ter limites.


De felipe cavalheiro bueno a 5 de Agosto de 2014 às 06:45
muito bom espero que todos leem que chegue a todoss essa realidade que e a certa
De Tereza a 5 de Agosto de 2014 às 07:51
esse pai é um despreparado no meu ver o unico culpado embora que pela idade ate mesmo o menino deveria saber do perigo! realmente tudo que li acima é a realidade do nosso Brasil!
De Maria da Graça Baptista Pontelli a 5 de Agosto de 2014 às 11:52
Exatamente o que penso...
Não é o Brasil que é um país de M_ _ _ _ e sim o povo que é uma porcaria!!!!!!!
Só sabemos falar mal de nossa Pátria e elogiar os países desenvolvidos, quando não temos capacidade, sequer, de jogar um papelzinho de bala no lixo!!!!!! obrigada por não me deixar sentir que só eu penso assim...
De Lusiani Borba a 5 de Agosto de 2014 às 14:29
Excelente texto e reflete nossa triste realidade... a completa inversão de valores da nossa sociedade, onde não há educação de fato em família, que além de tudo é extremamente permissiva para não se "aborrecer" cedendo aos desejos dos "projetos de monstrinhos" que estão construindo...
O ser humanos caminha para um abismo e talvez sem volta...
Falaram tanto em "acidente" nesse episódio do zoológico, então questiono, foi acidente? Penso que não, estava previsto que aconteceria uma "tragédia"... segundo a Wikipédia: "Um acidente é um evento inesperado e quase sempre indesejável que causa danos pessoais, materiais (danos ao patrimônio), danos financeiros e que ocorre de modo não intencional..."

Se os resultados dessa negligência eram previsíveis e não foram tomadas as precauções necessárias para evitá-la, a pessoa pode ser responsabilizada por eventuais consequências de tal negligência. Em um "acidente", ninguém pode realmente ser responsabilizado porque o acontecimento é imprevisível ou muito pouco provável.

Talvez os mais impressionados com esse caso devam olhar para as suas famílias e analisarem sua forma de educar os filhos...
De Ida Benigno Araujo a 5 de Agosto de 2014 às 19:05
eu sou de acordo com o que vc falou, se fosse uma criança educada esclarecida obdiente, nao teria acontecido nada disso.
De Jayme de Seta Filho a 5 de Agosto de 2014 às 22:10
Excelente matéria. Parabéns. Precisamos mesmo de maior disciplina.
De regina a 5 de Agosto de 2014 às 23:43
PARABÉNS!!!! mto bem colocado a questão da OBEDIÊNCIA. Infelizmente, valores foram perdidos e continuarão, por falta de obediência, que leva a falta de educação, que leva a desatenção, que leva a criminalidade e assim vai.... degradação. Amei suas palavras e as transmitirei com mto orgulho. seja feliz!

De gioconda a 5 de Agosto de 2014 às 23:54
Boa noite!!!
Você descreveu a situação atual do nosso país.
Realmente não há educação e nem respeito.
A sociedade não identifica o que é SER e ESTAR democrático, para mim significa: 1º Os deveres e obrigação, depois os direitos.
Enfim.......tá tudo perdendo o sentido!!!!
De Cristina Zamuner a 6 de Agosto de 2014 às 01:16
Sou da geração que cantava o Hino Nacional antes de entrar em sala de aula, levei chineladas da minha mãe pq merecia, e respeitava e obedecia a todos , pois meus pais assim me ensinaram ! Era muito pobre, mas tinha educação , disciplina e amor dentro de casa ! Sou, e sempre fui , uma seguidora de regras da sociedade, porque elas existem para que se viva em harmonia , cada qual em seu lugar de direito , respeitando essas regras !
De Sergio a 6 de Agosto de 2014 às 03:12
Eu, simplesmente, já perdi a fé na humanidade, porem ainda continuo fazendo oque é certo e OBEDIENTE às regras da convivencia em uma sociedade!
E parabenizo aos que persistem, mesmo desanimados, que sao muitos. Faça sua parte, dê passagem ao pedreste na faixa, uma boa atitude, por menor que seja pode tornar quem a recebe melhor, mesmo que seja por 1min, 1 hora, 1 dia ou eternamente. Plante o bem, pois como eu disse no inicio, persisto, porem sem a menor fé na sociedade!

Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 14 seguidores

.Procura aqui

.Julho 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Os dias eram assados: o p...

. Os Dias Eram Assados - o ...

. Os dias eram assados. Com...

. Scooter mania nacional

. Ainda melhor!!!

. Motociclista, esse esquec...

. Salão no Rio em nova data

. Tudo que você queria sabe...

. Quem experimenta pede Biz

. Salão da recuperação

.arquivos

. Julho 2019

. Junho 2019

. Março 2019

. Junho 2018

. Abril 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Março 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds