Sexta-feira, 19 de Novembro de 2010

Vidente ou entendido, ui!

Eu era assim...

 


Falando em 250 lembrei de um episódio profissional que causou um baita quiprocó. Quando a Yamaha apresentou a Fazer 250, no salão da moto em novembro 2005 fiz um teste no qual apontava críticas e elogios, aliás como devem ser todas as avaliações. Só que a fábrica viu apenas as críticas, o que é esperado, já que raramente fabricantes perdem tempo elogiando algum trabalho jornalístico.

 


... e fiquei assim


O que me surpreendeu não foi a reação da Yamaha, mas do público! Pasme, mas até hoje tem gente que me acusa de “hondeiro”, manipulado, corrompido etc por causa daquela avaliação.


Os pontos criticados foram: rodas de raios curvos, feias e antiquadas; painel horroroso; barra do garupa de ferro, medonha; freio traseiro a tambor, escapamento e as linhas arredondadas antiquadas. Bom, depois de seis longos anos a Yamaha mexeu na Fazer 250 e lançou a versão 2011. Sabe o que mudou: rodas de raios retos; painel bem mais moderno, com visor digital; barra do garupa de alumínio; freio traseiro a disco, escapamento e linhas retas, entre outras coisas.

 

Naquela época a fábrica me acusou de não entender nada de motos. E agora? Quem não entende mesmo?



Fala sério, já viu painel mais feio?

 



Melhorou pacas!

 


Ô escapezinho furreca


Melhorou muito...

tags:
publicado por motite às 19:02
link do post | comentar | favorito
29 comentários:
De André a 19 de Novembro de 2010 às 21:01
Boa, mãe Diná!
Você é entendido!
De Renato a 20 de Novembro de 2010 às 00:05
O link para o teste esta quebrado! O correto: teste (http://www.motonline.com.br/testes/teste-fazer250.html).
De Alexandre Penna a 20 de Novembro de 2010 às 02:22
Nossa ate achei que já tinha se esquecido do blog rsrs Sera que a Honda vai memos trazer a Transalp e a VFR ? to duvidando muito disso, apesar do pneu da VFR 1200 que tava no salão ja estar bem mais que 1/2 vida de gasto... Ou os diretores estão passeando muito ou os pilotos testando muita a alcoolina (ou seria gasoalcool ?) para adaptar a injeção .
Abração Tite !
De Luiz Felipe Del Rio a 20 de Novembro de 2010 às 13:27
Como dizer que um cara que viveu a vida inteira com a bunda pregada na moto não sabe nada do assunto? Muito cara do marketing não deve nem sabem como se liga uma moto. Realmente vc tava certo mãe diná. Agora só me falta acostumar com o paralama traseiro...
De Rodolpho a 20 de Novembro de 2010 às 14:02
Eu tive uma da antiga... Feia msm... A rabeta parecia um rabo pato.

Mas a moto era um relógio. Nunca deu nada. Super econômica. Uma moto funcional.

Agora com um desing mais agressivo, melhorou muito.

Mas a CB 300 ainda é mais bonita. Sua traseira é mais limpa. Hoje entendo o conceito da traseira da Hornet. Na época eu critiquei, mas hj entendo que o objetivo de quem desenhou foi fazer uma moto mais fluida. Limpa. No caso, a CBzinha segue este mesmo conceito.

Mas o motor da Fazer é mais moderno.
De Leonardo a 20 de Novembro de 2010 às 16:02
Não da para ignorar os anos de experiência sobre duas. E ate pouco tempo atras era notório a diferença do acabamento das Hondas e Yamahas. Agora entendido foi muito gay...
De Gustavo a 20 de Novembro de 2010 às 17:38
Isso deu pano pra manga, hein? E eu que sempre achei que estética devia ser a última coisa a se levar em conta num veículo... Pô, eu dirigiria uma Brasília 74 roxa de porta bege se fosse mais eficiente que um 206 da vida. É triste que o público escolha um meio de transporte levando em conta justamente seus atributos irrelevantes para o serviço que ele vai prestar.
De Rafael Souza a 20 de Novembro de 2010 às 18:33
Agora lendo a materia sobre a Fazer, entendo o motivo da bronca da Yamaha. Mas gostei da sinceridade, vc foi pra uma avaliacao e foi o que vc fez. Embora eu discorde da sua opiniao, eu sempre achei a Fazer muito mais bonita que a Twister em todos os aspectos :)
De Carlos Antonio a 20 de Novembro de 2010 às 23:54
Tite, sou sadomasoquista! Porque? Sou proprietário de uma Fazer 250 vermelha das primeiras, comprei zero, igualzinha a essa e acho que ela vai virar um clássico! Essas características que vc diz que são feias (respeito a sua opinião), pra mim, fazem dela uma moto singular! Escapa à noção comum de belo. O que é considerado feio, pra mim, é singular. E sua reportagem, muito boa por sinal, me motivou a comprá-la na época! Acredito que no futuro restarão poucas assim e talvez nem dê pra sair de casa com ela por medo dos ladrões!!
De Alvarenga a 21 de Novembro de 2010 às 16:14
Tite, concordo plenamente com suas opiniões, e acrescento, a nova embora esteja a anos luz da antiga ainda assim ñ tem o desing impressionante da cb300. Rodei 80 km de estrada em uma e ñ gostei do manete de cambio, guidão (achei "fechado" cansando os pulsos) e desempenho pois só chegou a 140Km/h sem se abaxar. Estou atras de uma moto maior para o proximo ano e ñ gosto de honda (ñ pelas motos mas por seu monopólio) então. Como ñ gostei da Fazer estou pensando entre a Comet, a nova Tenere 250 (embora ñ deva ter boa maxima mas é outro estilo msm) ou a Citycom (outro estilo tb). Tenho uma Neo e a proxima será predominantemente para viajar.
Abçs.
De ele a 21 de Novembro de 2010 às 21:41
Só chegou aos 140 sem abaixar... E isso é pouco para uma 250 monocilíndrica?
De Alvarenga a 22 de Novembro de 2010 às 01:50
Sinceramente ñ sei mas devido as condições, declive curto mas sem tráfego, achei pouco. Um colega tem uma cb300 e diz dar 153 no plano.
De Carlos Antônio a 22 de Novembro de 2010 às 08:46
140km/h e até 153km/h numa Fazer 250? Vão mentir assim lá em Brasília!!!!
De walter a 24 de Janeiro de 2011 às 14:39
Alvarenga,
Tenho uma honda e uma kasinski. Voce disse que não gosta do monopolio honda e não entendi porque. O problema da honda para mim são dois: é a marca preferida dos gatunos e a pouca quantidade de modelos com caracteristicas que estejam no meu perfil de necessidade/desejo. A assistencia tecnica entretanto achei muito boa se comparada à kasinski. O produto da honda, ainda que que possa ter uma proposta mais simples, é mais confiável e de fácil manutenção. A revenda é rápida e a desvalorização não é absurda como é em marcas menos conhecidas, portanto repense esta questão de evitar a marca Honda. É claro, se encontrar um modelo de uma outra marca japonesa que esteja mais dentro de seu perfil, entao tudo bem.
De Tiago a 22 de Novembro de 2010 às 10:42
Eu lembro qunado vc publicou esse teste no motonline. Eu comprei uma Fazer 250 ano passado (comprei 0 km, mas ainda o modelo 2008, últimas unidades com um belo desconto) e me vali muito da sua opinião para comprá-la. Concordei com vc em todos os aspectos e continuo concordando, mas a moto é um show! Vc mesmo elogiou muito e foi principalmente pelos seus elogios que comprei essa moto e não me arrependo, apesar dela ser meio feiosa em alguns aspectos.

Mas o engraçado é que depois de vários anos sem mudança alguma, a Yamaha mudou apenas umas coisinhas (e o mais engraçado é que mudou apenas o que vc tinha criticado) mas a moto é exatamente a mesma! Devem estar usando a política "em time que está ganhando não se mexe"

Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 14 seguidores

.Procura aqui

.Junho 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Os Dias Eram Assados - o ...

. Os dias eram assados. Com...

. Scooter mania nacional

. Ainda melhor!!!

. Motociclista, esse esquec...

. Salão no Rio em nova data

. Tudo que você queria sabe...

. Quem experimenta pede Biz

. Salão da recuperação

. Viajar de moto é tudo de ...

.arquivos

. Junho 2019

. Março 2019

. Junho 2018

. Abril 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Março 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds