Sexta-feira, 3 de Setembro de 2010

Círculo perfeito

(Foto:Idário Araújo)

 

Para qualquer curva

 

Metzeler lançou novo pneu Sportec M5 com cinco zonas de tensão

 

O lançamento não poderia ser um local mais adequado: em Interlagos! Com várias esportivas à disposição ficou difícil parar de testar os novos Metzeler Sportec M5 Interact, apresentados para a imprensa latino americana na semana passada e já à venda.

 

Antes de entrar na pista, convém explicar um pouco deste novo produto. Um dos grandes desafios dos fabricantes de pneus é conseguir um compromisso entre estabilidade, conforto e durabilidade. Para ser muito estável é preciso um pneu “mole”; mas para conseguir maior durabilidade é preciso ser “duro”.

 

(Foto:Idário Araújo)

 

Para resolver este dilema, alguns anos atrás as fábricas desenvolveram o pneu multicomposto. Na parte central a mistura de borracha era mais dura e nas laterais mais macio. Porém, os testes de pista revelaram que a fusão de duas misturas de borracha provocava um efeito colateral: um pequeno degrau na junção dos dois tipos de composto.

 

(As 5 zonas de tensão dentro do pneu)

 

Por isso os engenheiros decidiram adotar um composto igual para todo o pneu, mas mexer na parte interna. Por dentro, os pneus de moto têm cabos de aço que dão a resistência aos esforços axiais e laterais. A Metzeler – que sempre foi conhecida pela vanguarda no desenvolvimento – criou um pneu com diferentes zonas de tensão nestes cabos de aço.

 

Os sulcos formam a letra grega Pi.

 

Imagine que são cordas de violão, que podem ser esticadas e afrouxadas, oferecendo maior ou menor resistência às torções. A partir deste princípio, o novo Sportec M5 tem cinco zonas de tensão, sendo a maior na parte central e que vão reduzindo conforme aumenta a inclinação do pneu nas curvas.

 

(No pneu, as marcas da inclinação)

 

Graças a este tecnologia aparentemente simples, mas muito complexa tecnicamente, este novo Metzeler se comporta como se fosse mais “mole” quando a moto inclina e mais “duro” quando está em linha reta. De quebra, ainda melhora a estabilidade direcional nas frenagens. E sem comprometer a durabilidade. Bom, tudo isso é teoria, mas será que funciona?

 

Na pista – Uma curiosidade que pouca gente sabe é com relação ao desenho dos sulcos dos pneus. Ao contrário dos pneus de carro que ficam escondidos, nas motos eles ficam muito expostos. Isso permite aos engenheiros brincarem com as formas. Já se viu pneu com desenho de passarinho, de anjo e este novo Metzeler tem os sulcos formando a letra grega Pi, como forma de remeter ao círculo perfeito.

 

Tivemos a chance de testar o pneu em duas motos esportivas de 1.000cc. Tudo que foi prometido foi confirmado. De fato, os novos Metzeler M5 são muito seguros e eficientes nas curvas, mesmo em alta velocidade, e mantém a trajetória segura nas frenagens fortes. Outra curiosidade: na lateral dos pneus foram impressas marcas para indicar o grau de inclinação. Dessa forma o motociclista pode aferir se está inclinando muito nas curvas, ou não. Claro que não sou bobo nem nada, deixei pra fincar a mão na BMW S 1000RR porque tem controle de tração, mas na hora de pilotar a CBR 1000 Repsol fui beeeem mais cauteloso!

 

Não foi possível testar no piso molhado, mas pelo desenho dos sulcos pode-se prever que apresenta um nível de segurança maior do que os pneus de caráter mais racing vendidos no mercado. Aliás, quem gosta de equipar as motos com pneus essencialmente esportivos deveria saber que no piso molhado é um show de horror!

 

As medias disponíveis são: 120/70ZR17 para dianteira e 160/60ZR17; 180/55ZR17; 190/50ZR17 e 190/55ZR17 na traseira. O preço médio do par deve ser de R$ 1.300.

 

Dica do Tio: Não acredite nas teorias que você lê na maioria dos fóruns de Internet. Quando gastar o pneu traseiro troque sempre os DOIS! Aquele papo de que para cada dois traseiros troca-se um dianteiro é conversa mole. Troque sempre os dois porque quando o traseiro gasta o dianteiro já está comprometido, mesmo que não pareça. E use sempre o mesmo tipo de pneu na frente e atrás. Se usar pneus diferentes ocorre uma crise de paridade e os pneus não se “entendem”.

publicado por motite às 23:00
link do post | comentar | favorito
14 comentários:
De André Dutra a 4 de Setembro de 2010 às 01:00
Tite, essa de trocar os dois pneus quando o traseiro está gasto vale só pra competição/ track day ou também para a velha CG do dia a dia?

Abraços!
De Neto a 4 de Setembro de 2010 às 01:43
Tite....conforme for o fórum fazer uma declaração dessa é alta a possibilidade de rolar um espancamento virtual kakakakakakakakakakaka.
De thiago a 4 de Setembro de 2010 às 18:51
E onde eu encontro esses pneus para comprar pela internet?? A representante da Metzeler/Pirelli em BH só pode estar falindo! Fui comprar na medida 160/60 e o unico pneu que tem la é o Z6! Ta dificil....
De motite a 8 de Setembro de 2010 às 12:41
Thiago
Tenta na Alemão Pneus: http://www.alemaopneus.com.br/
De ricardo a 6 de Setembro de 2010 às 01:33
tio tenho que trocar o pneu traseiro da minha moto explica mais essa de trocar os pneus aos pares se puder ou tiver tempo posta algo sobre isso
De motite a 8 de Setembro de 2010 às 12:39
Primeiro recomendo a leitura deste artigo: http://www.motonline.com.br/tecnica/tecnica-pneus.html

Depois, observe que estou falando de pneus de grande medida (160, 180 e 190) e não de pneus utilitários de motos pequenas.

Terceiro: seja qual for o caso, motos são veículos que têm duas rodas em posição tandem, ou seja: uma na frente da outra. Elas sempre rodam juntas, portanto se o pneu traseiro roda 8.000 km o dianteiro tb rodou esta distância. É natural gastar mais o pneu traseiro porque é a roda motriz e tb que recebe mais carga (peso do baú, garupa etc) nas motos pequenas. Mas ao trocar o pneu traseiro, o dianteiro já estará comprometido pela idade e desgaste, mesmo que aparentemente esteja com os sulcos bem visíveis. Não adianta trocar o traseiro e rodar com o dianteiro gasto pq em pouco tempo o dianteiro terá de ser trocado.

Nas motos esportivas de nakeds acima de 600 cc essa necessidade é maior ainda pq o pneu dianteiro é responsável por boa parte da frenagem. Dono de moto grande não pode ser pão-duro. Se quiser rodar com uma moto de 50 paus precisa saber que a manutenção é cara.

Ah, e nada de usar um tipo de pneu na frente e outro diferente atrás. Pneus gostam de andar aos pares, iguais e sempre com a mesma idade!
De Alexandre Honório Silva a 8 de Setembro de 2010 às 13:35
Tite, nunca pilotei motos esportivas ou com pneus "racing". Porque vc diz no artigo que

"quem gosta de equipar as motos com pneus essencialmente esportivos deveria saber que no piso molhado é um show de horror!"

Os pneus esportivos são horríveis na chuva, pra se usar em estradas?

Um abraço,
Alexandre
De motite a 8 de Setembro de 2010 às 16:42
Alexandre

A explicação está naquele artigo publicado no motonline e citado no comentário anterior. Basta ler que está tudo explicadinho...
De Téo a 8 de Setembro de 2010 às 22:28
E vale lembra que pneu também tem data de validade!
De Eliseu Massing a 9 de Setembro de 2010 às 01:44
Os meus por exemplo, tive que trocar recentemente pois estavam com fissuras na lateral. Imagino que devido a ficarem muito tempo sem rodar e com a idade - 2 anos.
De Alexandre Honório Silva a 9 de Setembro de 2010 às 15:14

Valeu pela dica Tite, agora entendi :-)
muito bom o artigo.

De Andreas a 9 de Setembro de 2010 às 15:47
Tite, esse pneu fica bacana tb em uma DR 650 supermotard, certo? Não deve ter a mesma eficiência do uso em uma naked ou supersport, mas deve ser a melhor opção, correto? Preciso trocar os meus pneus (e esse seu artigo veio em boa hora) e queria a opção que tivesse uma ótima pegada no asfalto para evitar ao máximo qualquer derrapada, mesmo que isso comprometesse um pouco a durabilidade. Mas aí vc falou desse pneu e me parece uma ótima opção. O que eu mais quero é um pneu que grude no asfalto então esse me parece uma boa saída, mas vale a pena para uma DR 650 transformada em supermotard?

Abraço!
De motite a 10 de Setembro de 2010 às 15:40
Andreas, na verdade acho que é muito pneu para pouca moto! A DR 650 não tem motor suficiente para vc desfrutar o grip desse pneu. Se usar um 150 na traseira já estara de bom tamanho e sairá bem mais barato. Este Metzeler M5 vc só encontra na medida 160 que é muito para esta moto...

Eu indicaria só para uma KTM 690 ou algo acima disso!
De Andreas a 10 de Setembro de 2010 às 18:29
Valeu Tite!
Tem algum pneu que vc recomenda? Medidas traseiro e dianteiro respectivamente: 150/70-17; 120/70-17.
De preferência algum que tenha bastante grip mesmo que comprometa a durabilidade (desde que não demasiadamente). Eu ainda não tenho certeza se preciso trocar, mas como já tenho os pneus há bastante tempo, acho bom dar uma confirmada.
Valeu Tite! Abraço!

Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 13 seguidores

.Procura aqui

.Junho 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Ainda melhor!!!

. Motociclista, esse esquec...

. Salão no Rio em nova data

. Tudo que você queria sabe...

. Quem experimenta pede Biz

. Salão da recuperação

. Viajar de moto é tudo de ...

. Honda Day: as novas CB 65...

. Prazer em encolher: Ducat...

. Linha 2018 Honda chega co...

.arquivos

. Junho 2018

. Abril 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Março 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds