Segunda-feira, 16 de Agosto de 2010

Segredo: Novo combustível para moto!

(Preste atenção: esta CB 400 não tem vela!)

 

Nos anos 80 passei pela experiência de ser dono de empresa, em sociedade com um amigo inglês, Ray Knowles. Era um estúdio e laboratório fotográfico que rendeu muito dinheiro até algum gênio da economia política criar o Plano Cruzado que detonou alguns dos nossos clientes e naufragamos solenemente.


 

Dessa época restaram as experiências e muitas histórias divertidas. Meu sócio era um inglês típico, com o senso de humor delicioso, grande bebedor de cerveja e ótimo motociclista. Muito mais que sócios, éramos amigos e rodamos o Brasil de moto fazendo reportagens para revistas de turismo, de moto e de moda.


 

Além do humor refinado, Ray era um excelente ilustrador, na época que desenhar com aerógrafo era coisa rara. Ele fazia aquelas ilustrações técnicas em raio-x de motores, além de capas de discos, de revistas etc. Como pagava-se muito mal para ilustradores, ele mudou de ramo e virou fotógrafo. Ótimo, por sinal.


 

Ele adorava aprontar alguma armação com os amigos. Um dos nossos companheiros de trilha adorava pedir ovo cozido que batia na testa para quebrar a casca de depois descascar. Num dia, enquanto distraímos o sujeito, Ray foi lá e trocou o ovo cozido por um cru. Nem precisa contar o resto da história... mas foi bem melequenta!


 

Numa certa manhã cheguei no estúdio e o Ray estava lá, concentrado em cima da prancheta, mas com a cara habitual de quem estava aprontando alguma. Aí apareceu com desenhos e um texto, cheio de erros, naturalmente, e pediu para corrigir. Para dar realismo aos desenhos, Ray alterou uma foto da Honda CB 400, usando o aerógrafo e ainda criou desenhos técnicos dos pistões e anéis. Não vou contar tudo, mas leia o texto abaixo. O melhor não é esta crônica, mas o que aconteceu depois dela e isso vou contar lá no fim!


 

Furado um segredo de Fábrica.

 

Depois de alguns meses de espionagem, nós conseguimos penetrar no mais forte esquema de segurança montado pela Honda. Veja aqui as fotos e ilustrações desta mota revolucionária.

 

 

TEXTO E FOTOS: RAY KNOWLES

 

O governo já se mostrou super interessado no projeto, pois vai reduzir drasticamente as importações de gasolina. Sim, o motor não usa gasolina, nem óleo diesel e nem álcool. O motor não usa combustíveis convencionais. É movido a um novo e poderoso produto químico conhecido pela sigla de ODD.!!!

 

E, claro, tem três graus de quintanagem (equivalente a octanagem): amarelo, ou comum; azul, ou especial e verde, de aviação. Uma das vantagens deste revolucionário motor é tirar permanentemente a poluição atmosférica de Carbomonoxido e Chumbo, deixando no lugar um suave perfume de limão, pinheiro ou abóbora - vai depender da quintanagem.

 

Veja primeiro na foto. A moto parece igual à CB 400 que todos nós conhecemos, mas olha de novo. A rabeta é maior, com um tanque auxiliar para aumentar a autonomia (e no tanque “normal” vai água). O O.D.D. vai no quadro, numa tampa atrás da mesa superior do garfo dianteiro. O carburador tem um giclê e válvula de regulagem a mais, para garantir a mistura do combustível constante. O motor não tem vela, mas está aqui a grande novidade, tem turbo-espremedor como equipamento original de fabrica, que permite expansão espontânea da mistura. Repare atrás do carburador. Outra grande novidade também são os pistões, que na sua parte superior tem ressaltos que se assemelham a pregos, quando vistos em microscópios.

 

Agora veja como funciona este fenômeno da engenharia brasileira: os carburadores têm a capacidade de mais uma entrada e regulagem para manter a mistura água/ar/O.D.D. constante dentro de uma câmara heterodemiquasisférica de forma a não provocar “bublement prematuro” (batidas de pino). Bublement é o termo científico para a reação química entre estes três elementos.

 

A proporção é muito importante para manter os 92% de eficiência do motor. Depois esta mistura altamente expansiva (mas não explosiva) é introduzida nos cilindros através de uma espécie de esponja com bandeja. Esta esponja é produzida ainda no Japão, assim como as primeiras unidades de pistões, porque os dois têm encaixes opostos. A esponja tem 151 perfurações por cm2, o que é inversamente proporcional nos pistões, com 151 preguinhos por cm2. A posição destes preguinhos é muito importante para garantir a perfuração total das bubles (bolinhas de ar) com uma expansão completa.

 

(X = preguinhos; Y = anel de retenção da mistura; Z = anel de compressão)


A colocação correta destes preguinhos com a seguinte fórmula:

Π r2 : ( 400xCos35°18') x 339.18 : 2

 

A resposta dá a distância equimilimetrística entre um preguinho e outro, que é proporcional a expansão das bubles - fácil, não é? Com esta mesma fórmula calcula-se a velocidade da entrada e passagem dos gases que se compõem da seguinte forma:

 

Ar 87.20%

Agua   9.98%

O.D.D. 2.82%

 

É óbvio que com tanta água na câmara de combustão nenhuma vela vai funcionar, e também não precisa, porque os preguinhos furando as bubles, liberam o ar retido dentro delas e assim aparece aquela força inigualável de um motor movido a O.D.D. Quando os gases saírem pelo escapamento eles serão recolhidos pelo turbo-espremedor e re-introduzidos dentro dos cilindros pelo exclusivo sistema F.M.I. (Fuel Mistic Injection) aí são automaticamente re-bublelados com a mesma potência de antes, misturando-se com a próxima carga de mistura. Os restos mortais dos gases totalmente bublelados saem normalmente pelos escapamentos.

 

(Visão do novo pistão com pinos detonadores)

 

Este motor vai revolucionar o mundo motociclístico/automobilístico, um grande ponto para o Brasil. O governo, já sabendo deste projeto, está torcendo para dar certo, porque vai cair em 87,5% nossas importações com petróleo e em 100% a poluição do ar.

 

Ate agora surgiu apenas um problema. Com os inevitáveis depósitos de O.D.D. no asfalto, quando cair uma chuva as estradas e ruas vão virar um mar de espuma. Mas já se fala que a DERSA está estudando uma espécie de asfalto chupador que anula o efeito do O.D.D. Esperamos que com esta canja exclusiva de Clube Honda, nossos patrões liberem os dados dos testes feitos - e o real significado da misteriosa sigla O.D.D. - e deixem sermos os primeiros a apresentar este fenômeno brasileiro ao público mundial. Aguardem!

 

Bom, essa idéia por si só já seria doida suficiente, mas não acabou aí. Enquanto fazia os desenhos, Ray recebeu a ligação de um jornalista e tentou se esquivar: “desculpe, estou ocupado em um trabalho para a Honda”, explicou com o carregado sotaque inglês. Aí o jornalista já ligou a antena e quis saber do que se tratava. Diante da perspectiva de aprontar mais uma armação, Ray instigou a verve investigativa do jornalista e deu corda: “Ah, não posso contar, é um segredo de fábrica...” Pronto, já tinha jogado a isca e o jornalista engoliu.


 

Para continuar a tortura, inventou que a Honda estava testando um combustível novo que não era álcool nem gasolina. Para azar do jornalista, no fim de semana seguinte à conversa, durante uma corrida de MotoCross, o jornalista encontrou com o Ray, que para reforçar a armação mostrou dois técnicos japoneses da Honda do Japão que estavam na corrida e alfinetou: “Viu, são esses dois que estão pesquisando o novo combustível!”.


 

Foi suficiente para o jornalista escrever uma matéria “exclusiva”, um grande furo de reportagem, dando como certo o desenvolvimento de uma moto movida a um novo combustível. Claro que isso virou motivo de muita zoação por parte dos outros jornalistas, depois que a farsa foi descoberta. Infelizmente não achei a revista com a notícia falsa, mas para quem quiser saber o nome do santo, a revista era a Motoshow!

 

(Aqui está o autor da crônica: o britanicamente sacana Ray Knowles)

 

publicado por motite às 17:56
link do post | comentar | favorito
8 comentários:
De patric cipriano a 16 de Agosto de 2010 às 18:15
Roberto Agresti...
De motite a 16 de Agosto de 2010 às 20:51
Não, Foi o Geremias...
De Gustavo a 16 de Agosto de 2010 às 18:40
De que data é esse texto?
De motite a 16 de Agosto de 2010 às 20:52
Foi em novembro de 1983
De Alvarenga a 16 de Agosto de 2010 às 23:46
isso continua sendo feito, ou ninguem nunca se pergunta sobre a infinidade de "especilistas " q aparecem na tv? se vc quer q uma mentira se trone verdade é só por uma pessoa com jaleco branco e óculos na tv dizendo ser especialista. msm q seja :O:D:D :x
De douglas studzinski a 17 de Agosto de 2010 às 18:44
Sensacional! :)
De Fernando a 29 de Agosto de 2010 às 02:58
Lembro bem dessa matéria, ela saiu naquela revista que a Honda publicava e distribuía, inclusive a tenho guardada até hoje. Lendo o texto na revista parece coisa séria, não há nenhuma menção a respeito de ser pegadinha ou piada. O jornalista acreditou na história e achou que tinha feito um furo de reportagem rsrs
De Victor Andrade a 23 de Junho de 2013 às 20:05
ODD era o Detergente da Orniex na época, uma pequena fabrica no começo da via Anchieta.
Com o comentário de na chuva o asfalto ficar espumoso e escorregadio, tá completa a gozação, só podia mesmo ser detergente ODD, rssss

Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 13 seguidores

.Procura aqui

.Junho 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Ainda melhor!!!

. Motociclista, esse esquec...

. Salão no Rio em nova data

. Tudo que você queria sabe...

. Quem experimenta pede Biz

. Salão da recuperação

. Viajar de moto é tudo de ...

. Honda Day: as novas CB 65...

. Prazer em encolher: Ducat...

. Linha 2018 Honda chega co...

.arquivos

. Junho 2018

. Abril 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Março 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds