Sexta-feira, 30 de Julho de 2010

Idea com torque

(Versão Sporting 1.8: minivan esportiva combina?)

 

Fiat aproveita novos motores E-Torq para mudar e aumentar a linha Idea

 

Com as novas motorizações 1.6 e 1.8 da FPT, batizados de E-Torq, as mudanças estéticas quase passam para segundo plano. O face lit proposto no Idea 2011 deixou as sete opções muito bonitas e atualizadas em relação à primeira geração. As maiores mudanças estão na parte dianteira e traseira, mais atuais e dentro de uma tendência de “alargar” mais o visual.

 

Além disso nasceu uma versão nova, Sporting, para atrair o usuário mais chegado em esportividade, embora o caráter familiar da minivan não combine nem um pouco com a proposta esportiva. Parece uma coisa meio forçada.

 

O melhor do Idea está sob o capô dianteiro. Os motores FPT deram um funcionamento mais suave e silencioso e fazem jus ao nome E-Torq porque a distribuição de potência é impressionante já a partir de 1.000 rpm!

 

No 1.6 o trabalho da engenharia foi muito bem sucedido nos quesitos vibração e ruído. Chega a ser impressionante rodar com esse carro, porque se as janelas estiverem abertas tem-se a impressão de que estão fechadas, de tão silencioso. E se fechar os vidros aí parece que desligaram o motor! A melhor forma de interpretar o funcionamento suave, com baixíssimo índice de vibração é começar rodando no 1.8 e depois pegar o 1.6. Parece que entregaram um carro elétrico!

 

(Essence 1.6: deverá ser o mais vendido)

 

Na apresentação deste motor foi explicado que a 1.500 rpm ele já entrega 80% da potência, algo bem difícil de acreditar. Por isso fomos à prática e realizamos alguns testes.

 

Primeira boa impressão é que ninguém terá a menor saudades do motor 1.8 Power Train da GM. Aquele motor tem uma característica irritante que é a marcha lenta muito alta, quase a 1.800~2.000 rpm. Neste novo FPT a marcha lenta está a 900 rpm, o que leva a crer várias vezes que motor morreu!

 

Fizemos algumas avaliações a partir de 1.000 rpm. Em terceira marcha ele responde com bom entusiasmo. Em quarta já fica um pouco preguiçoso, mas retoma bem. Só em quinta marcha dá uma pequena enrolada, mas também retoma. Tudo isso foi feito no plano e ao nível do mar e os carros abastecidos com etanol.

 

Já a partir de 1.300 rpm até em quinta o Idea retoma bem e depois de 1.500 rpm efetivamente sobe de giro com regularidade impressionante. Graças a este caráter, pode-se rodar a maior parte do tempo em quarta e quinta, mesmo em baixa velocidade no trânsito intenso.

 

(Nova frente bem mais radical, uau!)

 

Uma curiosidade deste motor: nas trocas de marcha no limite da faixa de rotação máxima (6.000 rpm) ele produz um espirro, como se fosse os velhos turbo compressores. E perto da faixa vermelha o motor “assobia”! É um som muito sutil, quase imperceptível, mas que só aparece no 1.6.

 

Já o motor 1.8 gosta mais de viver acima de 1.700 rpm mesmo. Saindo de 1.000 rpm (note que é quase a marcha lenta), a terceira responde com alguma disposição. Mas em quarta já fica titubeante e em quinta começa a tossir mesmo, mas se mantiver o acelerador no fim de curso ele acaba crescendo de giro.

 

O funcionamento do 1.8 já é mais áspero, embora também silencioso. Acima de 1.700 rpm responde com vigor e a aceleração partindo da imobilidade é bem mais rápida.

 

Não tivemos a chance de medir o consumo, mas por este temperamento pode-se prever um motor menos gastão do que os anteriores GM.

 

A estrada que avaliamos era bem cheia de curvas e lombadas enormes. Nas curvas, o modelo Essence respondeu com a típica reação de uma minivan, cujo baricentro é um pouco mais elevado em relação aos sedans e hatches: rola um pouco na entrada da curva, mas depois estabiliza. No Sporting com pneus mais baixos e largos, essa característica é menos sensível e ele chega mesmo a disfarçar sua genética familiar, só que nos buracos os pneus mais baixos também cobram um pouco do conforto.

 

Na Adventure é tudo diferente. Os pneus de perfil maior e a suspensão totalmente diferente representam uma grande vantagem nas lombadas e buracos, mas a maior distância do solo, o estepe colocado na tampa e acessórios na capota elevam ainda mais o baricentro, comprometendo a estabilidade em curvas. Nada que impeça uma viagem pelas serras, mas na comparação com os outros modelos essa tendência aventureira aparece. Para compensar essa rolagem nas curvas, as molas da suspensão são de duplo estágio (tem uma segunda mola interna menor). Depois de atingir um certo curso entra a segunda mola em ação, reduzindo a inclinação da carroceria. Na verdade a segunda mola oferece mais resistência à esta inclinação e impede aquele afundamento do carro nas curvas mais fechadas. Essa boa idéia também evita o afundamento exagerado nas freadas fortes.

 

A avaliação completa você pode ler aqui no Best Cars Web Site

 

 

IDEA - PREÇOS

 

Versão                                                      Preço

 

Attractive                                                R$ 43.590.

Essence                                                   R$ 45.610,

Essence Dualogic                                   R$ 47.720,

Sporting                                                  R$ 54.280,

Sporting Dualogic                                  R$ 56.390,

Adventure                                               R$ 56.900,

Adventure Dualogic                               R$ 59.010,

publicado por motite às 21:32
link do post | comentar | favorito
6 comentários:
De Tiago a 2 de Agosto de 2010 às 13:37
Tite, vim aqui não para comentar sobre este carro, mas sim sobre o Rubinho na corrida deste domingo na Hungria.
A manobra dele e do Schumi me lembrou seu texto sobre piloto bonzinho. Neste caso, os dois foram super agressivos, absolutamente nem um pouco bonzinhos, e fizeram uma cena incrível! Muita coragem das duas partes, principalmente do Rubens. Achei que vc fosse escrever algo sobre isso, mais um capítulo do Vida - Corrida, que faz muita falta, afinal faz muito tempo que não escreves sobre isso.
Abraços
De Neto a 4 de Agosto de 2010 às 22:45
Último carro que eu tive foi um bem e velho bebedor Gol GTS isso já vai pra 12 anos sem carro....e hoje não tenho nenhum tesão mais por carrro....zero....é muuuuuuuuiiito prático, confortável, blablabla....mas vontade vontade de ter não tenho nenhuma mais.

Agora moto nossa por esse treco o coração bate forte..... esses dias estava sonhando que estava pilotando uma CB 300R com ABS kakakakakakakka.
De The Crow a 5 de Agosto de 2010 às 13:46
...o que desanima aqui em Brasilia são os preços deses sonhos motociclisticos...

CB300R com ABS -> R$15.300,00
XRE300 com ABS -> R$18.000,00
Hornet com ABS -> R$38.000,00

Detalhe, vc não ganha nem um capacete e nem o documento...rsrsrsrs absurdo.

Quanto ao GTS... tá ai um carro que sou apaixonado 1.8 (se for a alcool é melhor ainda)... carro otimo (mas antigo e ultrapassado)... gosto simplesmente por que gosto mesmo.
De Neto a 5 de Agosto de 2010 às 14:09
Também sou do DF nobre colega.....

Fora o preço caro das motos o seguro por esses dias deu uma aumentada...por muito tempo o seguro da CG qualquer versão (sul america/honda) no meu perfil ficava na casa dos 580 a 620 dinheiros.......agora saltou para 900 dinheiros!!!!
De The Crow a 5 de Agosto de 2010 às 14:20
...pois pode ficar feliz, minha Twister ficou em R$1.600,00 detalhe a moto custa R$6.500,00
meu perfil é horrivel...rsrsrsrs
De Marcelo a 31 de Agosto de 2010 às 07:43
Essa rotação de marcha lenta do motor GM citada, só ocorre nos segundos iniciais com motor frio. Ta confundindo com marcha-lenta de motocicleta?!

Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 14 seguidores

.Procura aqui

.Julho 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Os dias eram assados: o p...

. Os Dias Eram Assados - o ...

. Os dias eram assados. Com...

. Scooter mania nacional

. Ainda melhor!!!

. Motociclista, esse esquec...

. Salão no Rio em nova data

. Tudo que você queria sabe...

. Quem experimenta pede Biz

. Salão da recuperação

.arquivos

. Julho 2019

. Junho 2019

. Março 2019

. Junho 2018

. Abril 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Março 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds