Domingo, 6 de Setembro de 2009

Que venham os minis

(Na Itália, motos e minis recebem mesmo tratamento. Foto: Tite)

 

Recentemente recebi a visita do meu amigo e vizinho que acabou de comprar um Smart, aquele carrinho nanico de tudo, com motor 800cc turbo. Achei uma baratinho até que ele mencionou o preço: 60.000 reais!!! Sessenta paus num carrinho de feira com motor???


Imediatamente lembrei dos minis que circulam pela Europa. Existem vários modelos, versões, cores e tipo de combustível, sobretudo elétrico. Na Itália os minis recebem a mesma patente fiscal das motos, inclusive a placa é a mesma. Como vantagem pode circular nas apertadas ruas medievais, podem rodar nas cidades que adotam rodízio de veículos e estacionam de frente pra calçada, como fazem as motos. Aliás, a título de justiça, o jeito certo de estacionar a moto é de FRENTE pra calçada, e não de traseira. Assim, na hora de ligar não joga fumaça na cara de quem está passando na calçada.


Mas em Lisarb, onde tudo é ao contrário, o Smart tem a mesma patente dos carros, também é sujeito ao rodízio de veículos (em SP) e não pode estacionar de frente pra calçada. Até pensei em ter um mini só por curtição e também porque raramente uso carro. Mas anularam as duas vantagens que ele poderia oferecer: estacionamento e liberdade de circulação 7 dias por semana.

 

Ou seja, por enquanto os minis vendidos no Lisarb serão apenas isso mesmo: brinquedinhos de gente chique!

tags: ,
publicado por motite às 22:27
link do post | comentar | favorito
10 comentários:
De Daniel a 7 de Setembro de 2009 às 04:15
em alguns países europeus é permitido o uso de algumas versões desses minicarros sem carteira de motorista a partir dos 14 anos, como numa scooter...
De Alexandre Penna a 8 de Setembro de 2009 às 04:18
Olá Tite!

Sempre quis um carrinho desses desde que se saiu o primeiro SMART , ainda como joint-venture da Swatch e MB no continente europeu a uns bons anos atrás Acho que é o automóvel que deveria se obrigatório para quem mora em uma cidade como São Paulo. Mas como aqui é tudo do avesso, o preço é incompatível com a proposta, o país não entende a proposta do veiculo (alias, nosso pais entende alguma coisa de proposta de veículos ? acho que não, senão ia ter trens e não caminhões por ai...) e simplesmente "enterrou" qualquer proposta e possibilidade de produção em escala do Smart aqui.

Agora um comentário sobre a questão de parar de ré para a calçada. Você tem razão no quesito educação, mas só faltou avisar quem projeta as ruas para faze-las PLANAS, ao invés de extremamente concavas... dependendo da rua ate dá para colocar de frente, mas a grande maioria se eu colocar de frente tenho de manobrar a moto sem estar montado nela, fazendo uma baita força e assim correndo o risco de deixa-la cair ou ser atropelado. Esse é o nosso pais do avesso, que acha que a rua é continuação da sarjeta...

Abração

Penna
De Demetrius Brasil a 8 de Setembro de 2009 às 12:31
A cada dia que passa, eu me envergonho mais desta república das bananas em que vivemos.
De Richard a 8 de Setembro de 2009 às 13:26
Eu particularmente prefiro estacionar com a frente para a calçada, pois na hora de sair e manobrar não corre o risco de ser tapeado pelo esquecimento da trava de disco.
De Alexandre Penna a 9 de Setembro de 2009 às 02:37
Facil resolver isso, basta colocar a trava do outro lado do da pinca
De Klenio a 8 de Setembro de 2009 às 13:34
O governo não se preocupa com educação e saúde, vai se preocupar com trânsito? Só um maluco (ou maluco endinheirado) paga 60 mil pratas num carrinho desses! E isso lá e carro que a família usa pra ir ao mercado ou para ir ao trabalho, só. Quanto ao estacionamento à beira da calçada, concordo com o amigo aí em cima. Tem umas ruas que são caídas nos cantos, e se a moto for pesada e vc não almoçou direito, vai penar. Some a isso a causa principal: comodidade de já sair da vaga direto para o tráfego.
De Anónimo a 8 de Setembro de 2009 às 14:37
Esse carrinho que eh da hora na europa e em qquer lugar do mundo custa, na Italia, 13.000 euros..+/- 39.000 reais..sei la..acho que aqui nao ta abusado nao...ele eh caro mesmo..tanto aqui, qto la..rs..abs
De Vinicius Vedovatto a 8 de Setembro de 2009 às 14:44
Já que é pra gastar 60Paus em um brinquedo eu compraria um Punto T-Jet ou um Srad 750.
Já parar de frente não dá, com a inclinação das nossas ruas a moto iria cair, na foto que está no post mostra, as ruas lá são planas.
De Anónimo a 9 de Setembro de 2009 às 13:08
Parar com a roda traseira para a calçada é mais prático na hora de sair (quero ver alguém parar uma moto de grande porte sem ré e sair com ela depois) e também tem o problema da inclinação da rua. Jogar fumaça na cara do pedestre é coisa de motos 2 tempos ou em mal estado de conservação.
De Marcel - Londrina/PR a 10 de Setembro de 2009 às 19:40
Essa de estacionar a moto de frente pra calçada funcionaria se não fosse a imensa inclinação próximo a sarjeta em algumas ruas. Várias vezes eu estaciono minha XTR de frente, mas daí tenho que sair pra frente também, subindo na calçada, pois fica impossível empurrar a moto pra trás sem ajuda.

Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 14 seguidores

.Procura aqui

.Julho 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Os dias eram assados: o p...

. Os Dias Eram Assados - o ...

. Os dias eram assados. Com...

. Scooter mania nacional

. Ainda melhor!!!

. Motociclista, esse esquec...

. Salão no Rio em nova data

. Tudo que você queria sabe...

. Quem experimenta pede Biz

. Salão da recuperação

.arquivos

. Julho 2019

. Junho 2019

. Março 2019

. Junho 2018

. Abril 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Março 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds