Sexta-feira, 31 de Julho de 2009

CBN e a campanha contra motos

("Chame um moto-taxi agora!!!")

 

Todos contra o preconceito

 

Prometi a mim mesmo não escrever mais sobre esse assunto, mas não dá, é mais forte que minha vontade. Os meios de comunicação, sobretudo a rádio CBN deflagraram uma campanha imoral, corrupta e claramente tendenciosa contra os motociclistas. A pretexto de questionar a lei que regulamenta e permite o exercício do ofício de Moto-taxi, os “jornalistas” da rádio iniciaram uma série de entrevistas com pessoas contrárias à essa regulamentação e diariamente colocam no ar esse material totalmente tendencioso. Detalhe: a rádio CBN é patrocinada pela companhia de Taxi Vermelho e Branco que obviamente perderão muito com a implantação de moto-taxis em São Paulo.

 

Recentemente entrevistaram o ex-diretor do DETRAN-SP e atual “consultor” de trânsito, Cyro Vidal, de quem já tive a chance de ser recebido para muitas entrevistas na época da Revista Duas Rodas. Este senhor mostrou um discurso muito diferente daquele dos anos 80, quando era mantido pelo dinheiro público. Naquela época ele defendia os motociclistas e até ajudou a implantar campanhas de segurança pelo uso do capacete e do farol aceso. Mudou muito este senhor...

 

Nesta entrevista ele, entre outras coisas, usa chavões preconceituosos para se referir aos motociclistas, sempre usando a teoria do homem lombrosiano ao alegar que “moto e motociclistas são perigosos”. E cita aqueles números que estamos cansados de conhecer e que são muito adocicados por não retratarem a realidade crua. Ele só não se incluiu na lista de responsáveis por essa situação, afinal ele foi diretor do DETRAN por vários anos!

 

Em determinado momento da entrevista veio à tona o real objetivo dessas matérias. O dr. Cyro afirmou que “existem cerca de 30.000 taxis ociosos em São Paulo”. Bingo! E mais: afirmou que São Paulo tem um serviço de taxi mais barato que em grandes cidades como Londres e Nova York e que uma corrida de taxi da Vila Mariana até o centro de SP custa entre 18 e 20 reais. MENTIRA!!! Nem o nosso taxi é barato (basta conhecer os taxis de Buenos Aires) e NUNCA que um trajeto da Vila Mariana até o centro custaria 20 reais. Recentemente paguei 20 reais para ir da minha casa até a sede da Honda, que fica em um bairro vizinho, a menos de 5 km!!!

 

Ótimo, afinal ele revelou o real motivo da campanha: proteger os taxistas, porque eles formam uma enorme massa de eleitores com alto poder de difusão entre os passageiros.

 

Além disso, a rádio CBN aproveita para continuar sua campanha contra motos em São Paulo. A cada entrevista sobre moto-taxista os jornalistas aproveitam para induzir os entrevistados com observações como “mas a moto já é perigosa”, ou “vai aumentar muito o número de vítimas, que já é grande”, e até posa de defensora do erário ao afirmar “e vão crescer os gastos com saúde pública”. Por trás dessas entrevistas percebe-se claramente a tendência da direção da rádio em eliminar as motos de São Paulo.

 

A CBN continuou entrevistando engenheiros, arquitetos, professores universitários, todos obviamente contrários ao moto-taxi. E toda essa ladainha pra nada, porque em São Paulo o ofício do moto-taxi já existe de forma clandestina e continuará assim por anos e anos. E também porque São Paulo é uma cidade sem lei e ninguém seria louco de prestar serviço de moto-taxi com uma moto novinha, de pneus novos, bem conservada porque teria a moto roubada pelo primeiro “passageiro” armado que encontrasse.

 

Podem liberar moto-taxi em SP porque não vai pegar. Imagine: um sujeito decente, faz curso de moto-taxista, compra uma moto 150cc novinha, capacete higienizado, instala barras de apoio para garupa, coloca pneus novos, freios novos e até lava a moto. Vai pra rua, feliz, com seu colete escrito “Moto-Taxi”, orgulhoso do seu ofício. Aí um passageiro o chama, veste o capacete, pede para levar até uma região afastada, espera chegar em local tranqüilo, saca a arma e anuncia: desce da moto, otário! É uma nova modalidade de assalto: vítima delivery!

 

- Alô, é da companhia de moto-taxi? Pode me mandar um otá... quer dizer, moto-taxista até a Vila Esqueleto, por favor!

 

CBN, pode parar sua campanha, porque o ofício de moto-taxi, em São Paulo, já nasceu – literalmente – morto!  


 

publicado por motite às 17:38
link do post | comentar | favorito
20 comentários:
De lucas a 31 de Julho de 2009 às 18:43
tite,

mas seguindo o seu raciocínio será que não chegaríamos a conclusão de que táxis tb não dariam certo?

afinal, poderia-se argumentar a mesma coisa: um passageiro pega um táxi, pede pra ser levado até um lugar ermo e anuncia o assalto, ficando o taxista sem o carro.

De motite a 31 de Julho de 2009 às 19:13
Não é a mesma coisa, porque moto não é carro. É comum assalto a taxista para roubar a grana dele, mas o carro nem sempre. Estamos falando de um fomento ao mercado de motos para peças de reposição que é muito maior. Só um desmanche de SP tinha 60 motores de CG 125, imagine se juntar todos os desmanches!

Ah, e taxi tem um rádio ligado o tempo todo com a central. Se ele acionar o canal de pânico a central recebe na hora!

Duvido que alguém tenha coragem de colocar uma moto nova para trabalhar de moto-taxi, vai ser só caco véio caindo aos pedaços, como são as motos que já atuam como taxi em pequenas cidades.
De Daniel a 8 de Agosto de 2009 às 19:26
algumas vezes eu fui na cidade catarinense de balneário camboriú, e lá o serviço de mototaxi é regulamentado... as motos contam, inclusive, com pintura padronizada, o que facilitaria o reconhecimento em caso de roubo... essa é uma idéia que deveria ser implementada, bem como o subsídio para instalação de rastreadores, o que em motos com injeção (caso da nova cg150) facilitaria até a instalação de imobilizador...
De Edu Di Lascio a 31 de Julho de 2009 às 19:34
Também ouvi a matéria e também achei um absurdo.
Até mandei um e-mail pro Heródoto, reclamando.
De SergioCJr. a 31 de Julho de 2009 às 19:40
No interior do Estado, até acho muito útil, inclusive, cansei de pegar moto-táxi em Barretos, quando ia a cada 15 dias.

Porém, na capital, não sou a favor, uma por conta da violência e outra por conta do trânsito.

Imaginem um moto-táxi num corredor da 23 ou das marginais, no horário de pico, levando na garupa alguém que não sabe como é o comportamento de uma moto.

As chances de tombo são enormes, já vi muita(o) garupa derrubar o piloto.

Regulamentar moto frete sim, mas moto-táxi, na capital e em cidades mais populosas, não.

Agora, naquela cidade do interior, de trânsito mais calmo, aí não vejo o menor problema.
De luidhi a 31 de Julho de 2009 às 20:02
Isso é para cidade de interior, subir morro, etc.

Esquece em SP não dá certo.

60 motores? Aff... não duvido. Outro dia vi um mortoboy reclamando que cobraram 5,00 reais para trocar a moldura cromada que ele tinha acabado de comprar.

Quem reclama de 5 reais imagina que vai mandar fazer o motor...

Por 5 reais nem respondo a pergunta dele.
De Maurício Fontes a 31 de Julho de 2009 às 20:28
Excelente texto, Tite. Como sempre mostrando as verdades que não se quer revelar por aí. Valeu, abraços!
De Fe Pressinott a 31 de Julho de 2009 às 20:37
Acabei de falar aqui no jornal que essa história de moto táxi não vai pegar aqui Em SP, por esse motivo de roubo.
Vai continuar com motos bichadas, na periferia, como existe hoje.

bjs
De Rodrigo a 31 de Julho de 2009 às 20:50
O jeito é colaborar com SP e todo mundo trocar a moto por um carro, assim a cidade entope de vez e o pessoal talvez note que o perigo não está na moto e sim em quem está pilotando!!
De Gustavo a 31 de Julho de 2009 às 22:53
É a velha questão de aliviarar o problema ou levar logo ao extremo para apressar soluções alternativas. Mas eu duvido que desse certo entupir de vez a cidade, porque o povo de São Paulo já é tão acostumado com trânsito que vai continuar entupindo as ruas mesmo quando a velocidade média de um pedestre for superior à de um carro. Já acontece isso em horários de pico e uma pá de motoristas não faz nada além de reclamar e sair cada vez mais cedo ou dirigir cada vez mais alucinadamente.
De luidhi a 3 de Agosto de 2009 às 14:35
Gustavo, isso já é realidade, atravesse a Berrini a pé no horário de pico e marque um carro de referência.

Agora colocaram aquele edifício comercial entre a Bandeirantes e a Jucelino. Imagina se alguém vai conseguir andar de carro ali entre as 17:30 e 19:30h.
De Marcelo de Deus a 1 de Agosto de 2009 às 00:31
Acontece que todos só falam da questão dos moto-táxis em São Paulo. Oras... não se esqueçam que a profissão é muito exercida em outras cidades do Brasil, em particular nas de interior e nas das regiões Norte e Nordeste. Moro em Palmas no Tocantins e aqui a muito se pede a regulamentação da profissão. São mais de 200 pessoas que trabalham com moto-táxi e ao contrário da situação de SP, aqui o serviço é muito bom. Preços justos, motos relativamente novas (muitas Titans MIX's zero KM rodando) e presta um serviço essencial onde o transporte público é falho ou deficiente. Mas realmente é revoltante essa campanha difamatória dos veículos de comunicação de massa contra a motocicleta. Mas eu acho que essa lei veio mais pra regulamentar a situação de locais como os que citei acima, onde o serviço de moto-táxi é uma realidade e onde muitos desses profissionais ( como o caso aqui de Palmas) sofrem por não serem uma atividade reconhecida e regulamentada. Aqui faltam pontos de moto-táxi com condições adequadas para os moto-taxistas, poder formar cooperativas, isenção na compra de motos novas, e garantias trabalhistas. Agora resta esperar pra ver como os municípios vão lidar com essa situação. Eu apoio a regulamentação da profissão e execro as campanhas contra as motos! Abaixo aos jornalistas com rabo preso e viva a informação livre!

Abraços.
De tasmotos a 1 de Agosto de 2009 às 02:08
Tite,

Não esquente a jaca...
Recentemente assumi duas bandeiras de luta contra projetos esdruxulos tentando "ferrar" os motociclistas. Contatei muitos deputados e descobri que existem muitos projetos nessa linha, mas descobri tambem que todos eles estão fadados ao fracasso.
Sabe porque, por dois fatos muito simples, politica e economia.
Politica: O numero de motociclistas, motoqueiros, moto-boys, cachorros loucos, etc. já é muito grande e nenhum politico tem coragem de arriscar perder esses votos.
Economico: Voce falou do lob dos taxistas, fique frio porque o lob de fabricantes, comerciantes e usuarios de motocicletas já é gigantesco em nosso pais.
O maior problema é o que voce citou, nossos governantes e politicos, ainda estão naquela de que motociclista é bandido, e ainda não perceberam que o volume de motocicletas já é gigantesco, é uma realidade, e vai aumentar ainda muito mais.
Temos apenas que aprender usar essa força.

Abraços

tasmotos
De ARNALDO a 1 de Agosto de 2009 às 23:08
TITE, é bem isso que voce falou, quem vai ser o louco de andar de garupa de um mototaxista de S.P no trânsito de S.Paulo com uma moto com pneu, freios, etc, etc em estado precário, só assaltante mesmo!!!

Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 14 seguidores

.Procura aqui

.Junho 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Os Dias Eram Assados - o ...

. Os dias eram assados. Com...

. Scooter mania nacional

. Ainda melhor!!!

. Motociclista, esse esquec...

. Salão no Rio em nova data

. Tudo que você queria sabe...

. Quem experimenta pede Biz

. Salão da recuperação

. Viajar de moto é tudo de ...

.arquivos

. Junho 2019

. Março 2019

. Junho 2018

. Abril 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Março 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds