Quarta-feira, 22 de Abril de 2009

E os motoristas?

(Essa luz de neblina não pode ser usada isoladamente na cidade nem na estrada)

 
 
Diariamente ouvimos pela rádio e vemos pela TV inúmeros acidentes de trânsito nas ruas e estradas envolvendo carros, ônibus e caminhões, mas a mídia só lembra de pegar no pé dos motociclistas. Por quê?
 
É uma questão muito mais cultural do que a gente imagina. E não se engane, neste caso o termo “cultural” tem a conotação sociológica de “história dos hábitos e costumes de uma população”. Nada a ver com formação escolar. Dirigir carros é uma tarefa socialmente considerada fácil, necessária e primária. Já expliquei várias vezes que o homos-urbanus praticamente nasce dentro de um carro e convive com este veículo até depois da morte (o coche funerário, que nada mais é do que um carro preto!).
 
Por isso todo motorista se considera ótimo ao volante. Faz aulas de adestramento, um exame ridículo, exame teórico igualmente ridículo e está credenciado para dirigir um automóvel até o final dos seus dias, que pode ser depois de muitas décadas, ou logo em seguida, espetado em algum poste. Mesmo assim se considera um excelente motorista e ponto final! Alguma vez na vida você ouviu alguém declarar “cara, eu dirijo mal pra caramba”?
 
Curiosamente, no mundo corporativo um profissional não nasce pronto e muito menos se mantém ótimo sem investir em formação. Começa na escola elementar, depois segue pelo curso superior, pós-graduação etc. E ainda não é suficiente, porque é preciso continuar investindo em cursos de especialização em função de novas tecnologias ou até para se adaptar a um determinado mercado ou conjuntura.
 
(Luz de neblina + farol baixo = OK)
 
Só para exemplificar, no meu tempo de estudante de jornalismo os professores aconselhavam: “se quiser ser um bom jornalista é preciso falar inglês fluente!”. Depois, a concorrência e a necessidade fizeram os jornalistas adquirirem algum conhecimento elementar de fotografia. E lá fomos nós, fazer cursos, comprar máquinas e sair fotografando. Quando chegaram os computadores foi a hora de aprender Word, Excel, Pagemaker etc. E lá fomos nós, mergulhar em manuais gigantescos, escritos em inglês... Até que chegamos no século 21 e fomos obrigados a assimilar o uso de máquinas fotográficas, gravadores e filmadoras digitais, Photoshop, editores de imagem, linguagem HTML, Flash, Adobe aaaaaaaahhhhhhhhhhhh...
 
E o motorista? Os carros mudaram, a tecnologia embarcada mudou, as cidades mudaram, as leis mudaram, mas ninguém se interessou em fazer qualquer tipo de curso de especialização ou atualização! Quando os primeiros carros com freio ABS chegaram ao Brasil foi um festival de pancadas nas estradas. Mal informados por parte da imprensa, os motoristas achavam que o ABS fazia milagres e diminuía os espaços de frenagens. Bastava frear em piso irregular e ... catapimba no poste!
 
Nos anos 80 o motorista tinha de segurar o volante de uma maneira. Hoje é diferente porque existe um air-bag colocado no volante e o motorista não se pode cruzar o braço na frente da direção sob risco de, caso a bolsa se inflar, ele se auto nocautear com o punho no queixo! Antes o banco regulava só pra frente e para trás. Hoje tem regulagem de altura. Antes os espelhos retrovisores eram de vidro plano, hoje são convexos. Antes o motor carburado economizava gasolina quando colocado na “banguela”. Hoje, com a injeção eletrônica, se fizer isso gastará mais combustível. E muito mais...
 
(Lanterna + neon sob o carro = brega  perigoso!)
 
Mesmo assim não se ouve falar em cursos de reciclagem ou especialização aos motoristas. Os cursos de reciclagem promovidos pelos Detrans e Ciretrans são ridículos e limitam-se a ensinar as leis de trânsito, meia dúzia de regras e o temível curso de “primeiros-socorros” que só serve para agravar a situação de uma vítima de trânsito.
 
Uma situação típica é o motorista que roda à noite na cidade apenas com a luz de neblina e as lanternas acesas. Ele não sabe – porque ninguém ensinou – mas além de ter menos visibilidade, esse veículo é menos visível pelos motociclistas, motoristas e pedestres. A luz de neblina atinge entre 5 e 10 metros de focalização, enquanto o farol baixo chega a 20 metros. Além disso, o foco da luz de neblina aponta para frente e para baixo, ao passo que o farol ilumina também para cima. Como os motociclistas são obrigados a usar um adesivo reflexivo no capacete, esse adesivo só será visível com o farol baixo aceso, mas mão com a luz de neblina.
 
Pior ainda são os carros tunados! Essa excrescência em quatro rodas chamada tuning é uma das grandes responsáveis por carros cada vez menos seguros. Uma das manias é usar luz negra no capô e sob o carro, numa demonstração de cafonice ilimitada. O motorista roda com todas as luzes apagadas e só o neon no capô e embaixo da carruagem brega! Ninguém consegue ver esse horror, nem os pedestres!
 
Em suma, antes de os motoristas saíram destilando seu ódio contra motociclistas é preciso olhar para o próprio umbigo.
------------------------------------------------------------------------------ 
Geraldo Tite Simões, jornalista e instrutor de pilotagem. Contato: info@speedmaster.com.br
publicado por motite às 23:35
link do post | comentar | favorito
13 comentários:
De luidhi a 23 de Abril de 2009 às 13:25
Perfeito Tite! Parabéns mais uma vez.
Podíamos citar uma lista enorme de irregularidades nos carros, mas gostaria só de citar a adaptação boca-de-porco feita nas lampadas de gás xenônio. Ninguém abriu um manual que seja para entender que esta lâmpada funciona por descarga (igual as lâmpadas flourescentes de sua casa) e não por filamento, portanto não tem ponto focal, ofuscando todos que estão a sua frente e não iluminando nada!
De luidhi a 23 de Abril de 2009 às 13:27
Só mais uma coisa, alguém pensa em brasília:

http://motociclismo.terra.com.br/index.asp?codc=522
De Tiago a 23 de Abril de 2009 às 15:06
Opa! uma boa noticia para começar o dia...
De Orlando - BH a 23 de Abril de 2009 às 18:40
Não pensem que o projeto foi derrubado porque alguém lá em BSB pensa. Foi porque passou no Fantástico, o verdadeiro legislador do Lisarb. A matéria colocou o autor da lei em situação ridícula, perguntando se ele era motociclista. Rachei de rir, achei ótimo e tal. Mas não podemos contar com a Globo para nos defender (ao contrário), temos é que nos fazer ouvir EXIGINDO respeito.
De Tiago a 24 de Abril de 2009 às 13:49
Concordo com vc Orlando, e essa matéria no Fantástico eu acabei perdendo...
De luidhi a 24 de Abril de 2009 às 13:58
O que é televisão? Não assisto...

Domingão se não estiver chovendo canivete (pode riscar o tanque da moto) ou estou com meu filho ou estou andando de moto.

Vendo TV nunca.
De Thiago a 23 de Abril de 2009 às 14:25
Quando fazem reportagens sobre os perigos no transito, também se esquecem de comentar a mania bizarra dos motoristas brasileiros que cismam em ficar trocando de pista toda hora, e obviamente nunca usam a bendita seta.

Também não comentam muito sobre o uso de celular pelos motoristas, quem anda de moto sabe que quando um carro a sua frente naõ está andando em linha reta é batata, o motorista tá fechado na bolha dele falando ao celular e totalmente alheio ao que acontece a sua volta.

Se coibissem essas práticas também ajudaria muito a evitar acidentes
De Orlando - BH a 23 de Abril de 2009 às 18:37
Alguém já contou,para os acidentes envolvendo motos,quantos deles envolvem carros, ônibus, caminhões, etc? O motociclista é quem se ferra, mas é raro acontecer acidentes apenas com motociclistas envolvidos. Ou não é?

Quanto à olhar para o umbigo, eles não olham porque vai estar cheio de "macuco". hehehe
De motite a 24 de Abril de 2009 às 19:27
kkk O que é um macuco???
De Orlando - BH a 24 de Abril de 2009 às 21:08
Ninho de macuco é aquela sujeira preta e fedida, misturada com pêlos e outras sujeiras, que os mal-lavados (malavados, mallavados?) têm no umbigo. Onde tem ninho de macuco tem macuco, né?
De Ozzy Renato a 24 de Abril de 2009 às 01:24
Parabéns pelo texto!
De Rafael a 20 de Maio de 2009 às 04:14
Tite, e os motoristas que andam com a lanterna de neblina traseira ligadas?!

É cada um...
De motite a 20 de Maio de 2009 às 14:54
Poizé, geralmente os carros modernos têm a luz de neblina dianteira e traseira integradas, quando acende uma a outra também aciona!

Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 14 seguidores

.Procura aqui

.Junho 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Os Dias Eram Assados - o ...

. Os dias eram assados. Com...

. Scooter mania nacional

. Ainda melhor!!!

. Motociclista, esse esquec...

. Salão no Rio em nova data

. Tudo que você queria sabe...

. Quem experimenta pede Biz

. Salão da recuperação

. Viajar de moto é tudo de ...

.arquivos

. Junho 2019

. Março 2019

. Junho 2018

. Abril 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Março 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds