Terça-feira, 16 de Dezembro de 2008

A História de uma semente

(Primeiro dia de vida de um broto de Pau Brasil - Caesalpinia echinata. Foto:Tite)

 

Quando eu era um broto de gente minha mãe me deu de presente um livro chamado "Tistu, o Menino do Dedo Verde". No livro o pequeno Tistu tinha um dedo mágico: onde ele colocava o indicador nascia uma planta. Bom, isso é tudo que lembro do livro.

 

Mas uma coisa nunca ficou esquecida: o amor pelas árvores. Desde pequeno sou um incurável plantador de árvores. Minha mãe até passou a me chamar de Tistu. Evidentemente já perdi a conta de quantas plantei ao longo dos últimos 40 anos, mas passa de 1.000 fácil. Só na região de Paraibuna, interior de SP, foram centenas de sementes colhidas, tratadas e espalhadas.

 

Um dos maiores prazeres da minha vida é acompanhar o crescimento de uma árvore. Especialmente uma pela qual criei um amor eterno: o Pau-Brasil (sem piadinhas...).

 

Quando minhas filhas eram pequenas, bem pequenas, ganharam uma muda de Pau-Brasil da Fundação Mata Atlântica. Mais conhecida como Cesalpina echinata, o Pau-Brasil é árvore de crescimento relativamente rápido e atinge a idade adulta com cerca de 10 anos. Levamos a muda para casa e quando atingiu um metro de altura plantei no quintal.

 

Como tudo que plantei ela brotou forte, cresceu e hoje, 15 anos depois, é uma virtuosa árvore que ocupa todo meu quintal (e parte do quintal do vizinho...).

 

Essa árvore é uma das minhas alegrias verdes. Outra é um pinheiro araucária que plantei na frente da casa (não sei a espécie porque não é o brasileiro). Esse pinheiro entrou em casa como uma prosaica árvore de natal, dessas que se jogam fora no dia 6 de janeiro. Mas eu fiz uma tentativa de mantê-lo vivo e hoje é uma bela árvore que posso admirar da janela do meu escritório.

 

Uma noite eu senti um cheiro forte de perfume e fiquei farejando pela casa até descobrir que o Pau-Brasil tinha florescido. Flores amarelas lindas e muito perfumadas. Que atraíram um batalhão de abelhas... 

 

Meses depois percebo algumas cascas curiosas pelo chão. Pareciam folhas cheias de espinhos. Na verdade eram as vargens do Pau-Brasil que estavam espalhando as sementes. Centenas delas, por todo jardim. Semanas depois e o chão estava coalhado de brotos de Pau-Brasil. 

 

Pacientemente recolhi um a um e coloquei em sacos plásticos. Criei um viveiro de Pau-Brasil no quintal de casa e passei a doar mudas a amigos. Este viveiro já está na terceira geração de mudas e devo ser pai de umas 20 árvores de Pau-Brasil espalhadas por aí.

 

Neste final de 2008 decidi registrar pela primeira vez todo o processo de nascimento e crescimento de uma muda de Pau-Brasil, árvore símbolo do nosso País, e trazer para você a história de uma semente.  A muda leva cerca de um ano para atingir o tamanho adequado para plantio (cerca de 50 cm), mas eu só entrego a muda quando ela atinge um metro para ter certeza de que crescerá forte.

 

Na primeira semana apenas sequei a semente e preparei o vaso com terra bem antiga do meu quintal, misturado com restos de xaxim e muito material orgânico. Na segunda semana coloquei a semente no vaso e deixei que as chuvas de dezembro fizessem o serviço.

 

A semente está na terceira semana e já é um broto, forte e saudável.

 

Fique ligado, você vai conhecer a história de uma semente.

publicado por motite às 13:01
link do post | comentar | favorito
14 comentários:
De Rodrigo, o ex-vizinho mala a 16 de Dezembro de 2008 às 15:30
Tite, será que, dentre as suas mudas, há alguma a qual posso plantar no jardim de inverno e no jardim da frente da casa dos meus pais? É que a senhora minha mãe tirou o pinheiro que havia no quintal e acho que lá precisa de uma árvore... afinal, espaço e terra adubada tem! Tem até plantação de abobrinhas!
De motite a 16 de Dezembro de 2008 às 22:39
Pow, claro que sim, mas só precisa ficar esperto porque ela chega a crescer até 15 a 20 metros. Não pode ter fiação elétrica por cima.

Se quiser eu levo lá pessoalmente e ensino a cuidar.
De Fernando a 16 de Dezembro de 2008 às 16:34
Fala Tite ,
O blog esta muito legal. Continue assim.

Também adoro arvores e já plantei algumas. Se eu arranjar alguns lugares para plantar você tem mudas para me arranjar?
[Error: Irreparable invalid markup ('<br [...] <a>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

Fala Tite , <BR>O blog esta muito legal. Continue assim. <BR><BR>Também adoro arvores e já plantei algumas. Se eu arranjar alguns lugares para plantar você tem mudas para me arranjar? <BR><BR class=incorrect name="incorrect" <a>abs</A> <BR>Fernando
De motite a 16 de Dezembro de 2008 às 22:40
Fernando, também posso mandar as sementes pelo correio, se quiser!
Se vc mora em SP é só combinar pra buscar lé em casa!
De Tanaka a 17 de Dezembro de 2008 às 12:03
Fala Tite!

Acho que já faz um ano que plantei umas sementes de Pau-Brasil. Algum tempo depois, uma delas brotou! O sentimento era do nacimento de um filho! Que alegria! hahaha

Brotou, começou a crescer, talinho fino com as pequenas folhas aredondadas. Chegou a ter uns 12/15 cm.

Um belo dia vou ver a plantinha e... Sumiu! Que dor no coração! A moça que faz a limpeza "fez a limpeza" até dos "matinhos"... hahahaha

Acho que devo ter sementes ainda. Vou procurar!
Abração!
De motite a 17 de Dezembro de 2008 às 12:25
Pior do que as pragas, lagartas e parasitas são as pessoas que não sabem a diferença entre uma muda e um "pé de mato". Por isso que não entra jardineiro na minha casa...
De Vinicius a 14 de Janeiro de 2009 às 18:40
Vc é a personalidade mais pessoa comum que tenho o prazer de ler matérias... hahahaha, minha ficaria apaixonada pelo seus estilo de vida, cara, honestamente, obrigado por escrever um blog tão inteligente e interessante de ler, mas que meu chefe não saiba disso, pratico um pouco da " vadiagem malemolente " de ler seus textos na hora do trabalho... rs.
De Geralda Maria Antunes a 17 de Abril de 2009 às 20:31
Ficarei eternamente grata se me enviar sementes de Pau Brasil .
Qual do valor do selo que devo mandar, estou em Belo Horizonte-MG.
Abraço fraterno.
Geralda
De motite a 17 de Abril de 2009 às 23:36
Geralda
Não sei, vc precia perguntar na agênia do correio, mas é uma carta simples, coisa de 1,50, eu acho!

Me escreva pelo info@speedmaster.com.br
De RCRDO COS a 18 de Maio de 2009 às 02:35
Sensacional essa paixão pelo pau brasil. Em qual cidade se encontra esse maravilhoso viveiro?
De Guilherme a 3 de Agosto de 2010 às 15:55
alguém sabe quanto tempo uma semente após colhida sobrevive?
De wagner roberto a 17 de Junho de 2014 às 03:15
ola amigo...Gostaria muito de receber sementes de pau-Brasil,tenho uma chacara em MG com bastante espaço para plantar mudas..Por favor se vc puder me doar ficarei muito grato.....email...wagner.roberto1@otmail.com
De Anónimo a 9 de Novembro de 2017 às 11:53
OlaTite...Estava olhando sobre a semente do Pau Brasil,pensei que se plantasse a semente vermelhinha,mas pelo visto deve ser verdinha. sou apaixonada por semente,todas que encontro eu planto.gostaria se possivel receber essa tbm(obs...encontrei uma vermelhinha na cidade de lourdes; regiao de Buritama;Birigui, trouxe e plantei mas nao nasceu)gostaria de saber se voce ainda tem..Obrigado
De motite a 14 de Novembro de 2017 às 13:04
Oi Karina
Eu não tenho mais sementes porque não é época. Daqui uns dois meses os pés estarão carregados. Tem meu e-mail lá em cima me passa seu endereço.

Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 14 seguidores

.Procura aqui

.Julho 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Os dias eram assados: o p...

. Os Dias Eram Assados - o ...

. Os dias eram assados. Com...

. Scooter mania nacional

. Ainda melhor!!!

. Motociclista, esse esquec...

. Salão no Rio em nova data

. Tudo que você queria sabe...

. Quem experimenta pede Biz

. Salão da recuperação

.arquivos

. Julho 2019

. Junho 2019

. Março 2019

. Junho 2018

. Abril 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Março 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds