Segunda-feira, 1 de Junho de 2015

Titorial: Faça em Casa! - Parte 1

Peladinha.jpg

Saiba como se preparar para fazer da mecânica um hobby relaxante - ou infernizante! 

Antes de mais nada algumas considerações sobre a manutenção de motos em casa. É que nem receita de bolo: não adianta apenas ler o que está escrito no papel, é preciso saber os truques da culinária, já ter intimidade com as ferramentas e conhecer o forno. 

Na mecânica tudo gira em torno de sua experiência prévia com o assunto. Se nunca mexeu com isso, vá primeiro fazer um curso básico porque certos paranauês só se aprende com um professor ao lado. Por exemplo: como soltar um maldito parafuso com cabeça philips sem arregaçar a fenda? Sim, eu sei que soa erótico, quase pervertido, mas existem formas de preservar as fendas dos parafusos e até de recuperar uma fenda estuprada por um maníaco da chave philips. 

Mesma coisa que culinária: é preciso saber como recuperar uma maionese que desandou ou um bolo que embatumou. Depois disso nada mais mete medo.

 

cxferramentas.jpg

Exemplo de como NÃO deve ser uma caixa de ferramentas. Mas o biscoito de polvinho é essencial! 

Um item que considero o mais importante em qualquer "faça você mesmo" é FERRAMENTA! No livro "Zen e a Arte de Manutenção de Motocicleta", o autor explica o lado filosófico da manutenção de moto e compara com nosso dia a dia. A ferramenta é o principal elemento nas nossas vidas, seja ela física ou emocional. Portanto antes de começar nessa atividade invista em uma bela caixa de ferramentas e de qualidade! Ferramenta barata estraga as peças e pode até piorar o que estava péssimo. Adquira boas ferramentas e saiba que algumas são usadas poucas vezes na vida, mas que alívio é tê-la na hora que precisa. Nada é mais desesperador do que improvisar com um alicate (também conhecido como "chave de boca variável") ou com um martelo (chamado também de "chave de impacto de carga variável"). 

O que você precisa saber para preservar a saúde mental, o casamento ou não matar a mãe de desgosto:

bancadarrumada2.jpg

Uma bancada portátil com morsa ajuda muito! Esquisita é essa torneira... 

1) Prepare a área - nem todo mundo tem a sorte de contar com uma oficina dentro de casa. Quando era adolescente e morava em apartamento cheguei a desmontar uma Suzuki 50cc, colocar no elevador e levar tudo para o quartinho para ter mais sossego. Imagine o que minha mãe achou de idéia! Quando saí de casa sempre tive um espaço para dedicar à mecânica, com ou sem consentimento da família...
Se possível forre o chão com uma lona ou compre um grande tapete de borracha porque líquidos cairão no piso, que ficarão manchados para todo o sempre e será usado contra você em qualquer discussão caseira. Nenhum argumento sensato resiste a um "mas você manchou todo piso de ardósia da garagem!!!"...

 

2) Seja organizado - consiga (ou seja, pegue sem contar pra ninguém) uma mesa auxiliar, mas é legal ter uma pequena bancada com uma morsa. Eu mesmo costumava fazer minhas bancadas, mas hoje adoto uma portátil super útil e uma mesa dessas de jardim, quando ninguém está no jardim, claro! Se você vier comer churrasco em casa não estranhe o cheiro de gasolina em volta... Forre a mesa com plástico!

Separe as ferramentas que vai usar. Antes de começar a desmontar tudo como um garoto de 7 anos com o carrinho de fricção, veja quais tipos de parafusos e medidas de ferramentas irá usar. Claro que vai escapar uma ou outra, mas já deixe mais ou menos organizado como fazem os médicos.

bancadarrumada.jpg

Deixe tudo que vai usar já separado. 

3) Use equipamento de proteção - já tive todo tipo de acidente em oficina: já caiu ácido de bateria na minha roupa, já voou cavaco de metal no meu olho, já deixei a broca escapar e furar meu dedo, já jorrou gasolina, tinta, solvente e óleo nos meus olhos etc etc... Sem falar na minha alergia a querosene, que deixa os meus dedos parecendo uma uva passa. Hoje eu nunca faço nada sem óculos de proteção e luvas de pano ou de borracha. Além dos óculos pra enxergar de perto mesmo...

useprotecao.jpg

Use óculos e luvas de proteção 

4) Tenha paciência - se você não tem saco pra isso, esqueça! Saiba que os engenheiros que projetam carros e motos não querem que você chegue nem perto dessas coisas. É pra levar na oficina e ponto final! Por isso, alguns procedimentos são infernizantes para quem não fez o treinamento técnico específico daquele modelo. São peças que só quem tem dedos de ET alcançam, ou olhos de Alien para enxergar. Mas para isso existe uma saída que chamo de "solução técnica de campo", mas alguns chamam inadvertidamente de gambiarra. São ferramentas e conhecimentos que te tiram de qualquer enrascada. Entre as ferramentas extra-curriculares que não podem faltar estão:

Lanterna de cabeça, ou headlamp, é fundamental para ver parafusinhos escondidos por trás de uma tampa. Eu ainda uso uma luminária extra para ajudar, mesmo durante o dia.

Pinça cirúrgica, tenha sempre de dois tipos: a pinça comum e uma em forma de tesoura que tem trava e serve para estancar eventuais mangueiras.

Lupa ou lente de aumento.

Tesoura.

Estilete.

Silver tape.

Tire-up ou abraçadeira de plástico.

Espuma EVA, tenha algumas tiras para apoiar as peças sem danificar a pintura e até para se ajoelhar em cima!

Panos e estopa, em alguns casos o melhor pano é de fralda, mas ainda se usa muita estopa e o Perfex, muito útil para filtrar.

Garrafas, galões, balde, bandeja. Não pegue o balde da sua mulher que dá briga! Compre o seu balde, a sua bandeja (de plástico) e tenha garrafas de plástico e galões por perto. 

5) Cuidado com as crianças e pets - Uma vez flagrei minha filha comendo graxa porque era muito parecida com doce de leite. Bom, mas ela percebeu a diferença na primeira lambida! Se você tem filhos pequenos ou animais

domésticos, ambos fuçadores e curiosos, deixe tudo no alto e com as tampas fechadas. Cuidado especial com inflamáveis, colas e sprays. Cachorros e gatos passam e soltam pêlos por cima de tudo e pode ter certeza que um pêlo a menos no gato não faz a menor falta, mas um pêlo a mais dentro do gliclê de baixa faz um estrago violento!

Se o reparo demorar mais de um dia, cubra as partes da moto que ficaram expostas para evitar sujeira, infiltração de água ou de dedinhos curiosos! 

6) Manuais - Hoje é possível encontrar na internet os manuais de serviço da maioria das motos. Baixe o manual para acompanhar a visão das peças e componentes em raio-x. Será útil também se precisar peça de reposição. 

7) Fotografe - Quando desmontar algum componente fotografe a sequência para saber se não esqueceu nada antes de montar de volta. 

8) Peças - Procure usar sempre peças originais. Parece que é mais caro, mas nem sempre é verdade. Além de ter garantia! E cuidado com peças falsas! A maior bandeira de peça falsificada é na embalagem. Se perceber que a impressão da caixa ou da etiqueta está borrada, irregular ou com as cores alteradas desconfie! 

pecaoriginal.jpg

Use sempre peças originais. 

9) Banquinhos, banquetas, cavaletes, apoios etc. Quem não tem elevador (e me diz quem tem elevador de moto em casa?) terá de trabalhar agachado, ajoelhado ou sentado. Depois de uma certa idade a coluna fica dura e isso só agrava se mantiver uma postura desengonçada. Use banquinhos para trabalhar mais confortável e pedaços de espuma EVA para se ajoelhar sem pagar os pecados. Eu uso calça com joelheiras que facilitam bastante! 

10) Líquidos. Se mexer com gasolina, solventes ou óleo usados, coloque tudo em garrafas pets e leve para despejo no posto de gasolina. Não despeje nenhum líquido de alta toxicidade na rede de esgoto porque esse tipo de poluição é devastadora e leva décadas para diluir. Nos postos de gasolina eles dão o destino certo por meio das empresas de reciclagem.

 

publicado por motite às 21:25
link do post | comentar | favorito
2 comentários:
De Pedro a 3 de Junho de 2015 às 15:10
Aprendi uma ocasião vendo um mecânico desmontar um carburador: uma vasilha plástica tipo uma pequena forma retangular - se acha até em loja de 1,99 - para colocar dentro todos os parafusos, porcas, arruelas, grampos, etc. Cansei de procurar no contrapiso da garagem peças que tirei e deixei por perto. Mas por alguma magia, comigo elas sempre somem! A forminha ou vasilha ajuda muito, concentrando nela todas as pecinhas miúdas.
De Alexandre Barbosa a 8 de Junho de 2015 às 01:57
Tite, muito bom texto, acompanho sempre seu blog.
Sempre fiz manutenção das motos em casa.
Preciso de indicação de onde comprar peças originais Yamaha - as concessionárias daqui de Belo Horizonte são limitadas nesse ponto.
Pode me ajudar, onde em geral voce compra? Há alguma alternativa pra mim?
Abraço

Comentar post

.mais sobre mim

.Procura aqui

.Setembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Comprei um capacete!

. Indian Motorcycle comemor...

. É uma BMW! Teste da BMW G...

. Parque de diversões, um d...

. Salão da esperança

. Os dias eram assados. Com...

. 10 dicas (mais uma) para ...

. 10 dicas para comprar e u...

. Mamma mia! Como é a nova ...

. Clássica zero km, Royal E...

.arquivos

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Março 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds