Quinta-feira, 8 de Outubro de 2015

Muito além do protótipo

BMWG310_7.jpg

 Reparou na bandeirinha do Brasil? Não é por acaso...

O que está por trás da BMW 310G Concept Stunt? 

OK, todo mundo viu a moto no salão, em sites e mídia especializada. Trata-se de um produto 100% criado para ser uma moto de competição de wheeling, à falta de outra denominação mais específica, também chamada no exterior de provas de stunt. O projeto nasceu com colaboração direta do tetracampeão mundial de stunt, Chris Pfeiffer, discípulo direto do brasileiro AC Farias, um dos maiores especialistas dessa modalidade no mundo.

BMW310_1.jpg

Chris Pfeiffer palpitando direto no projeto 

Foi a primeira aparição pública dessa moto no mundo e se alguém não reparou, tem bandeiras do Brasil coladas em alguns pontos. E não se trata de improviso, porque nas fotos do desenvolvimento de produto na Alemanha essas bandeiras já estavam lá. Ou seja, tem mais alguma coisa por trás dessa simples aparição.

BMWG310_3.jpg

Modelo pode ser fabricado pela indiana TSV 

Não é novidade que o Brasil é um gigantesco potencial para o mercado de motos. As fábricas estão com holofotes e lupas em cima do mercado brasileiro porque ainda estamos muito aquém do nosso potencial de consumo. Mesmo com a Economia claudicante, chegamos à marca de 1,5 milhão de motos produzidas ao ano, o que nos deixa muito, mas muito mesmo acima de qualquer mercado europeu. Por isso fiquei com a pulga atrás da orelha assim que bati o olho nessa 310, principalmente quando se sabe da parceria entre BMW e a indiana TSV que produz a Draken 300.

BMWG310_2.jpg

Detalhe da manete do freio traseiro junto com a embreagem e o acelerador acionado pelo dedão 

Olhe as fotos e responda: você não teria uma moto dessa? Qualquer jovem – ou coroa com alma jovem – teria uma moto dessa pelo simples prazer de rodar com uma pequena cilindrada sem parecer motoboy. Claro, óbvio, evidente que esse produto não nasceu para ser apenas um delírio criativo, mas tem um enorme potencial nos mercados nos quais a baixa e média cilindrada vendem que nem pão quente. E tem mais: se as fábricas “Premium” que não olharem para o mercado mais popular estarão em apuros no futuro. Podem apostar até em uma Ducati Scrambler 400... 

A moto

Dito isso, vamos à moto. Ela nasceu para ser um produto especial, logo esqueça as soluções convencionais. O motor é um monocilindro de 310 cm3, arrefecido a líquido, com duplo comando. Até aí nenhuma novidade, mas só que o cilindro é inclinado para trás – e não para a frente, como a maioria – e invertido, ou seja, o coletor de admissão está na frente e a saída de escape para trás. Essa disposição funciona para concentrar o centro de massa mais próximo do meio da moto possível e proteger o escapamento de eventuais amassados. Não é uma solução inédita, alguns modelos de fora-de-estrada já adotaram essa configuração no passado. A potência deve ficar entre 35 e 40 CV.

 

BMWG310_5.jpg

Aktion! Seher gut! 

A grande mudança no quadro foi o alongamento da balança traseira, mas também teve a frente rebaixada e instalados freios especiais. Inclusive uma manete extra para o freio traseiro, que pode ser acionada junto com a embreagem. O acelerador pode ser bloqueado e tem ainda um segundo acelerador acionado pelo dedão da mão esquerda. Também foram colocados vários apoios para os pés para facilitar as manobras do Chris, assim como um protetor de motor para salvar das inevitáveis quedas.

BMWG310_4.jpg

Protetor de motor 

Quando colocada ao lado da KTM 390 essa G310 mostra a que veio. Ela deverá servir de inspiração para a futura 300 produzida pela TSV, com o logotipo BMW. Aliás, a KTM 390 também não vem lá da Áustria! É a globalização salvando o mercado.

BMWG310_6.jpg

É uma belezinha, mas não lembra em nada a Draken 300 da TSV, graças a Deus... 

Mas trazer uma moto do segmento mais popular e colocar nas concessionárias pode ser um tiro no pé. Muito dono de BMW reagiu mal à chegada da G 650, já chamando o modelo de “Dafra”, indiano etc. O movimento nas concessionárias aumentou exponencialmente e a maioria teve de se readequar para atender a nova demanda. Imagine quando esse volume aumentar ainda mais!

BMWG310_8.jpg

Detalhe da rabeta em metal e dos apoios de pés para inventar qualquer manobra 

Para o mercado brasileiro essa G310 pode representar um grande impacto e ouso dizer que de todos os lançamentos apresentados no 15º Salão Duas Rodas esse foi o mais significativo... se vier a ser lançado mesmo, afinal vivemos a era do dólar nas alturas será uma boa chacoalhada no setor.

chrispfeiffer_2.jpg

Eu tive a chance de conhecer o Chris Pfeiffer quando ele esteve no Brasil, durante um evento da BMW em Angra dos Reis, em novembro de 2011. Muito simpático, conseguiu se apresentar mesmo na chuva para não frustrar o público. Perguntei se ele conhecia o AC Farias, brasileiro que foi um dos pioneiros nesse tipo de manobras. Ele respondeu: "se conheço? Ele é meu ídolo e inspirador! Aprendi muito com ele". Bom, o tetracampeão mundial de stunt tem um ídolo brasileiro... quem se lembra do 7x1 depois disso?

publicado por motite às 21:42
link do post | comentar | favorito
2 comentários:
De Renato Campestrini a 8 de Outubro de 2015 às 23:30

De fato, um modelo inédito da marca, sendo apresentado no lisarB , pode ser mais que simples coincidência.

Por outro lado, caso não vingue por aqui, tem o resto do mundo para consumir um produto bom a preço relativamente acessível (lá fora!) e nós ficamos a ver navios com nossas 250cc , 300cc refrigeradas a ar.

De Daniel a 9 de Outubro de 2015 às 05:03
Eu não considero que um retorno da BMW a segmentos de baixa cilindrada se torne um demérito para a marca, afinal o perfil de um potencial comprador desse modelo é bem diferente do "mano" que pega uma moto de fabricante japonês para fazer moagem sem dar manutenção adequada. Eu costumo dizer que as motos de fabricantes europeus são mais direcionadas a entusiastas, enquanto as de fabricantes japoneses são mais procuradas por quem as vê como descartáveis.

Comentar post

.mais sobre mim

.Procura aqui

.Maio 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Clássica zero km, Royal E...

. As marcas do consumo

. Tutorial: como fazer um s...

. Cinco coisas que só um ju...

. Café com classe: Triumph ...

. A cara do Brasil, conheça...

. Honda lança SH 150i, um s...

. Cinco motivos para ter um...

. Cinco dicas de segurança ...

. SpeedMaster agora é BikeM...

.arquivos

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Março 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds