Sexta-feira, 30 de Janeiro de 2015

Honda lança nova crossover NC 750X

ladinho.jpg

 Agora a cor branca é perolizada!

Normalmente eu não publico comunicados de imprensa, mas a exceção é porque o percurso do teste foi muito curto e quase não consegui avaliar tudo que gostaria. Em breve devo publicar o teste completo.

O que posso afirmar pelo curto teste é que o novo motor manteve as características de moto muito versátil, com foco no torque e na retomada de velocidade. Uma medição possível foi da nova faixa de rotação. Agora a 60 km/h, em sexta-marcha a NC 700X mantém 1.800 RPM, enquanto na versão 700 na mesma velocidade ela mantém 2.000 RPM. Ou seja, com o mesmo câmbio a 750 "gira" menos o que significa mais economia (mais?) nesse motor que já é um primor de pão durismo. Agora ela chega a fazer até 30 km/litro sem abrir mão do conforto e velocidade. Outra ótima novidade é o marcador de marcha, porque é normal esquecer de engatar a sexta! Além do computador de bordo com medidor de consumo médio e instantâneo. Dá pra economizar ainda mais!

É uma opção muito interessante de moto três em uma: off-road, urbana e estradeira. Fique com o release oficial!

 

Mais potente e atualizado, modelo aventureiro chega a partir de fevereiro
com novo motor de 745 cm³ para manter a liderança do segmento

 

O ano de 2015 já desponta com mais uma grande novidade Honda:
o lançamento da crossover NC 750X, modelo que chega para substituir a antecessora NC 700X, apresentada em 2012 e que em pouco tempo se tornou uma das motocicletas mais vendidas no segmento não só no Brasil,
como também nos principais mercados do exterior. Trata-se de um produto com características de grande conforto, prático, econômico e acessível, para quem necessita de uma motocicleta para o uso diário, sem abrir mão das aventuras do final de semana.

outrolado.jpg

A versão preto fosco ficou radical, uau!

 

Entre as principais novidades, está o inédito motor de 745 cm³, potente, econômico e versátil; a nova textura aplicada à cobertura do assento,
além de alterações visuais no propulsor, agora com pintura mais escurecida, que proporcionaram um conjunto mais sofisticado e atual. Com comercialização prevista para meados de fevereiro, o lançamento aposta em seu estilo imponente como forma de reforçar e ampliar o segmento Premium no Brasil, que inclui as motocicletas trail/crossover de alta cilindrada. 

Produzida na fábrica de Manaus (AM), a NC 750X traz um projeto moderno e de alta tecnologia, com desenvolvimento baseado em três pilares principais: conforto, segurança e eficiência ambiental. O resultado é um conjunto único, robusto, confiável, de ótimo desempenho, grande agilidade e boa facilidade de condução, em sintonia com as principais tendências e conceitos da marca, onde os índices de emissão de poluentes são cada vez mais baixos e os níveis de segurança cada vez maiores.

Painel.jpg

Painel com contador de marcha. 

Torque e desempenho na pilotagem

A grande novidade da nova Honda NC 750X está no motor SOHC (Single Over Head Camshaft), um bicilíndrico em linha, quatro tempos, arrefecimento a líquido e injeção eletrônica PGM-FI (Programmed Fuel Injection). Com maior capacidade cúbica, tem agora 745 cm³ e desempenho otimizado.
Em relação ao modelo anterior, a potência máxima é 4% superior, com 54,8 cv a 6.250 rpm. O torque também aumentou em 8%: são 6,94 kgf.m a 4.750 rpm. Estas características criaram uma combinação única entre desempenho e versatilidade, ideal para quem busca uma motocicleta robusta e com proposta aventureira. O resultado final proporcionou maior potência e torque de forma equilibrada para uso nos centros urbanos, com grande capacidade de manobras, excelente agilidade e arrancadas rápidas em qualquer situação. 

Destaque também para o novo sistema de escapamento, de maior eficiência.
O resultado pode ser constatado no prazer da pilotagem, com respostas mais rápidas e eficazes, além de baixo consumo de combustível.

portatreco.jpg

Esse porta-treco é muito útil 

Internamente, o motor da NC 750X ganhou novos balanceiros, duplos
nesta nova versão, que geram menor vibração, priorizam o conforto e asseguram uma condução mais suave. A faixa de corte também foi ampliada em mais 400 rpm. 

Crossover com estilo imponente

A nova NC 750X mantém um visual diferenciado. Suas linhas altas e anguladas têm muita personalidade e permanecem bem atuais, atraindo consumidores que buscam estilo e beleza em um conjunto com a proposta da categoria Crossover. Na frente, o grupo óptico possui farol com lâmpada halógena de 60/55 W, que assegura grande visibilidade. Os indicadores de direção estão fixados na parte superior da carenagem, que em conjunto com o para-brisa, reduz o atrito com o ar e possibilita mais conforto e agilidade ao modelo. 

Com ótima área e facilidade de leitura, o painel de instrumentos digital em LCD é completo e conta como velocímetro, conta-giros, indicador de combustível, relógio e hodômetro duplo (total e parcial). Destaque para novo e prático visualizador de marchas, além do computador de bordo que fornece informações sobre o consumo médio, instantâneo e combustível utilizado (litros). No guidão elevado, a novidade está na adoção de novos manetes, mais confortáveis e com melhor aderência para o manuseio do piloto. 

Outro diferencial é a adoção dos novos pneus Pirelli, que já equipam a família CB 500 no mercado brasileiro. Com medidas 120/70 ZR17M/C (dianteira) e 160/60 ZR17M/C (traseira), garantem uma pilotagem mais ágil e trazem mais conforto e segurança, principalmente na condução em pisos de baixa aderência ou estrada. 

Desempenho e praticidade em qualquer terreno

Na crossover NC 750X, a Honda não apenas aprimorou o conjunto,
mas também procurou potencializar as principais características que mais agradavam aos consumidores na versão anterior, principalmente em termos de conforto e racionalidade. 

O modelo continua com o prático compartimento localizado no espaço tradicionalmente ocupado pelo tanque de combustível na maioria das motocicletas. Projetado para transportar objetos pessoais de menor volume – até um capacete - é exclusivo em uma motocicleta desta categoria e se torna uma opção bem vantajosa em relação ao uso de mochilas e baús, com grande praticidade ao consumidor que pretende utilizar o modelo no dia-a-dia. 

O assento em dois níveis tem 831 mm de altura em relação ao solo e ganhou uma nova textura para melhorar a aderência ao corpo do piloto e garupa. Abaixo do assento está o tanque de combustível de 14,1 litros, solução que beneficia a distribuição de peso do conjunto e resulta em uma pilotagem mais segura, equilibrada e confortável, com grande autonomia, sem a necessidade de reabastecimentos frequentes, principalmente em viagens. 

O chassi da nova NC 750X é do tipo Diamond e produzido em aço. Sua estrutura, assim como o motor, ganhou acabamento com pintura escurecida e destacou ainda mais o modelo, com um visual sofisticado e atual. A suspensão dianteira é do tipo garfo telescópico, com 153,5 mm. A traseira Pró-link tem curso de 150 mm e admite a possibilidade de ajustes na pré-carga da mola.
A distância entre eixos é de 1.538 mm. 

As rodas são de liga leve e 17 polegadas. Para maior segurança e conforto, os freios são equipados com sistema ABS (antitravamento), com disco de 320 mm na dianteira e cáliper de dois pistões. Na traseira, o disco tem 240 mm e cáliper de único pistão. Com peso total de 205 kg para a versão standard e 209 Kg para a versão com sistema de freios ABS, o conjunto contribuiu para maior estabilidade, tanto na pilotagem urbana quanto em estradas não pavimentadas. 

Disponível nas cores branca perolizada e preta (nova), com um ano de garantia, a nova Honda NC 750X será oferecida nas versões standard e ABS. Tem preço público sugerido de R$ 28.990,00 (STD) e R$ 31.100,00 (ABS). Os valores têm como base o Estado de São Paulo e não incluem custos com frete e seguro.

Especificações Técnicas / Honda NC 750X 2015

 

Motor

Tipo

SOHC, dois cilindros em linha, quatro tempos,

Arrefecimento a líquido

Cilindrada

745 cc

Diâmetro x curso

77,0 x 80,0 mm

Potência máxima

54,8 cv a 6.250 rpm

Torque máximo

6,94 kgf.m a 4.750 rpm

Sistema de alimentação

Injeção Eletrônica PGM-FI

Relação de compressão

10,7: 1

Sistema de lubrificação

Forçada, por bomba trocoidal

Transmissão

Seis velocidades

Embreagem

Multidisco em banho de óleo

Sistema de partida

Elétrica

Combustível

Gasolina


Sistema elétrico

Ignição

Eletrônica

Bateria

12 V – 11.2 Ah

Farol

60/55 W


Chassi

Tipo

Diamond Frame em aço

Suspensão dianteira / curso

Garfo telescópico / 153,5 mm

Suspensão traseira / curso

Pro-Link / 150 mm

Freio dianteiro / diâmetro

Disco / 320 mm

Freio traseiro / diâmetro

Disco / 240 mm

Pneu dianteiro

120/70 ZR17M/C

Pneu traseiro

160/60 ZR17M/C


Características

Comprimento x largura x altura

2.209 mm x 850 mm x 1.284 mm

Distância entre eixos

1.538 mm

Distância mínima do solo

164 mm

Altura do assento

831 mm

Capacidade do tanque

14,1 litros (2,9 litros para a reserva)

Peso seco:

205 kg (STD)

 

209 kg (ABS)

 

publicado por motite às 10:59
link do post | comentar | favorito
2 comentários:
De Carlos a 30 de Janeiro de 2015 às 13:47
Tite, eu gostei muito dessa moto quando foi lançada mas era aquela incógnita: seria sucesso ou fracasso? É ótimo que seja sucesso mas o grande problema é o preço. Parece que andar de moto vai virar coisa de elite! Tudo que é interessante custa acima dos 30! Esse país é o país do roubo!!!!!
De Zé Ricardo a 2 de Fevereiro de 2015 às 18:59
É claro que todos gostariam que essa moto custasse menos. Mas para quem se lembra como era antes, esse preço é uma pechincha. Exemplo: quando chegou ao Brasil, a Honda CBX 750 (sete-galo) era tabelada em Cz$ 129.000,00 (9.400 dólares). Mas o preço praticado chegava a Cz$ 400.000,00, equivalentes a 29.000 dólares. Faz as contas... Sem ABS, sem painel digital, nem injeção... E tinha fila pra comprar...

Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 13 seguidores

.Procura aqui

.Novembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Salão da recuperação

. Viajar de moto é tudo de ...

. Honda Day: as novas CB 65...

. Prazer em encolher: Ducat...

. Linha 2018 Honda chega co...

. Vide Versinha

. Comprei um capacete!

. Indian Motorcycle comemor...

. É uma BMW! Teste da BMW G...

. Parque de diversões, um d...

.arquivos

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Março 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds