Quarta-feira, 16 de Julho de 2008

Até o fim do Mundo

(Foto @ João Montovani)

 

Com a nova BMW GS 1200 viajar é melhor do que chegar
 
Imagine-se estressado. Tipo prestes a explodir. Uma forma de relaxar é pegar a estrada e deixar a mente livre de qualquer preocupação. Se a estrada é a cura, o melhor remédio no frasco de duas rodas é a BMW GS 1200. Nascida para ser a moto-para-dar-a-volta-ao-mundo ela chega ao Brasil na versão 2008 ainda mais viajável e com altíssimo poder anti-estressante. Posso garantir que é bem mais divertido – e econômico – do que ficar deitado de barriga pra cima, olhando o teto branco do consultório de um analista freudiano. Ah, e a BMW não tem contra-indicação e ainda melhora sua auto-estima (ou moto-estima).
 
A aparência volumosa engana e assusta. Mas na prática quase nem se percebe os mais de 230 kg (a seco). Boa parte desse peso está no motor de dois cilindros paralelos – também conhecido como boxer – de exatos 1.198 cc, que desenvolve 105 cv a 7.000 rpm. Esse motor é a prova de que a tecnologia supera muitos preconceitos. Quando alguém poderia imaginar em pleno século 21 que uma das motos mais desejadas do planeta teria motor arrefecido a ar de cilindros opostos?
 
Pois a insistência alemã em manter o motor com a mesma arquitetura do primeiro propulsor com o logotipo BMW de 1929 rompeu com todos os paradigmas da mecânica. Se alguns engenheiros apocalípticos condenaram os motores refrigerados a ar, alegando alto consumo e excesso de poluição, a tecnologia provou o contrário. Equipada com injeção eletrônica e catalisador essa BMW pode ser ligada na sala de casa sem matar ninguém. E dentro da proposta de ser uma moto pra dar volta ao mundo, um sistema de arrefecimento a ar elimina uma grande preocupação que é um radiador, uma ventoinha e suas válvulas.
 
Sobe e desce
Antes de colocar a big (e bota big nisso!) trail em movimento foi preciso uma aula sobre os comandos. Claro que nada é simples em se tratando de alemães. Se o idioma deles tem três gêneros (masculino, feminino e neutro) não seria diferente com as motos. Todas as motos têm apenas um botão para ligar e desligar os piscas. Na BMW são três: um pra esquerda, um pra direita e um terceiro pra desligar. O projetista deve ser polidáctilo! Até acostumar com o botão da buzina o novo dono de uma BMW viverá fortes emoções apertando o pisca!
 
A lição mais comprida foi do ajuste das suspensões. Essa GS conta com um sistema ESA – electronic suspension adjustment – que permite alterar 12 parâmetros de acerto das suspensões dianteira e traseira sem mexer um parafuso nem tirar o traseiro do banco. Basta ir clicando o botão ESA no punho esquerdo e sentir a moto subindo e descendo. E como o vocabulário alemão é cheio daquelas palavras com 9 consoantes e uma vogal, esses ajustes aparecem no painel de cristal líquido na forma de infográficos. Também no punho esquerdo está o controle de atuação do freio ABS e do controle de tração. Pra rodar na terra recomendo desligar o freio ABS e deixar o controle de tração na posição intermediária. Hehe, na verdade eu desliguei o controle de tração porque é muito divertido ver as pedras voando a cada acelerada! Até a calibragem dos pneus pode ser conferida pelo painel.
 
Há muito tempo as fábricas perceberam que os donos de motos big-trail usavam-nas quase exclusivamente nas estradas asfaltadas. A partir dessa ótica a BMW passou a oferecer duas versões da GS: uma mais on-road e a Adventure, com itens mais endurísticos como tanque de gasolina maior, rodas raiadas e proteções de alumínio para não despedaçar a moto a cada simples queda. A versão que avaliamos é a GS “normal”, voltada para uso mais civilizado. Mesmo assim ela encara uma estrada de terra de forma muito dócil, ao contrário do que sua aparência mastodôntica poderia supor. O banco tem até regulagem de altura para que pilotos prejudicados verticalmente possam colocar os pés no chão em situações de emergência. Posso atestar que funciona... felizmente!
 
 
Nas estradas de asfalto essa BMW passa a sensação de que o fim do mundo fica ali na esquina. Extremamente confortável para piloto e garupa, silenciosa e deliciosa de pilotar, chega a dar certa tristeza quando a viagem termina. O aspecto de moto de tiozão é enganoso porque ela chega fácil a 220 km/h (206 km/h reais) e tem estabilidade de sobra pra acompanhar motos mais esportivas. E só pra não ficar rasgando elogios, o pára-lama traseiro tem algum erro de projeto porque na chuva joga muita água e sujeira nas costas de quem está na garupa. Geralmente esse “alguém” já é naturalmente faladora. Imagine o tamanho da bronca!
 
Com um consumo médio na faixa de 15 km/litro, a autonomia da versão GS é de 300 km, enquanto na versão Adventure é de 495 km. Dá pra ir até o fim do mundo... e voltar!

 

+     +      +

Publicado originalmente na revista Car & Driver número 6.

 

E eu que prometi não publicar mais testes...

 

Não liguem se faltam dados como consumo, mas teste de moto em revista de carro é diferente mesmo!

publicado por motite às 00:34
link do post | comentar | favorito
18 comentários:
De Cristiano a 16 de Julho de 2008 às 00:50
Ah Tite, nem esquenta com publicar ou não teste, eu só tenho a lhe agradecer por fornecer um conteúdo tão bom e periodicamente como vem fazendo! Precisando pode falar!
De Orlando a 16 de Julho de 2008 às 01:01
Tô contigo em gênero, número e grau, Cristiano.
De Orlando a 16 de Julho de 2008 às 00:58
É isso que se espera de um teste, não aquele monte de números que não dizem nada e que fazem os sonhadores ficarem escolhendo uma moto com 1 cv e 0,1s de aceleração melhor que a concorrente. Queremos matérias com sensações ao pilotar, como vamos ser vistos, se vamos ou não nos cansar após 200 km, se vamos ficar frustrados por não desfrutarmos de tudo o que as motos oferecem, ou se a moto é boa a ponto de nos fazer sentir Després ou Rossis.
De Orlando a 16 de Julho de 2008 às 01:03
Completando... mesmo que andemos como legítimos rôias.
De motite a 16 de Julho de 2008 às 01:47
Alguém pode me explicar o que c*** significa RSS que aparece em todo lugar nos sites?

Eu clico lá e não acontece nada!
De Orlando a 16 de Julho de 2008 às 02:51
Eu também queria saber.
De marcos a 16 de Julho de 2008 às 02:53
Tite

RSS = Rich Site Summary

RSS é um recurso desenvolvido em XML que permite aos responsáveis por sites e blogs divulgarem notícias ou novidades destes. Para isso, o link e o resumo daquela notícia (ou a notícia na íntegra) é armazenado em um arquivo de extensão .xml, .rss ou .rdf (é possível que existam outras extensões). Esse arquivo é conhecido como feed.

O interessado em obter as notícias ou as novidades, deve incluir o link do feed do site que deseja acompanhar em um programa leitor de RSS (também chamado de agregador). Esse software (ou serviço, se for um site) tem a função de ler o conteúdo dos feeds que indexa e mostrá-lo em sua interface.

E essa minha resposta é um vergonhoso copy/paste do site abaixo (onde vc encontrará explicações mais detalhadas sobre o RSS).
http://www.infowester.com/rss.php
De Jeronimo Zucco a 17 de Julho de 2008 às 01:29
Oi, Tite. RSS serve como fontes de notícias. Explicando na prática fica melhor:

- Você baixa um programa leitor de RSS ( pode escolher qualquer um desses, supondo que você use windows: http://email.about.com/od/rssreaderswin/tp/top_rss_windows.htm ) Ou use o leitor do google on-line mesmo, aí não precisa instalar nada: http://www.google.com.br/reader

- Você cadastra nesse programa os "feeds" RSS, que seriam nada mais que um endereço onde as notícias são publicadas.

Vantagens de usar um reader: você não precisa ficar entrando nos seus sites e blogs favoritos um por um para ver se teve alguma nova notícia, o próprio RSS te avisa, te mostra um título da notíca, um resumo ou até mesmo a notícia completa. E o programa também controla quais as notícias ou posts do blog que você já leu e quais não leu.

Eu recomendo o uso, para mim o melhor é o google reader on-line, não preciso ficar entrando blog por blog para ver se existem novos posts.

Se ficou alguma dúvida ou precisar de ajuda, é só pedir.

Abraço
De Angelo Rossini a 16 de Julho de 2008 às 02:56
Esqueceu de um defeito grave da BMW Tite. É mais cara do que eu posso pagar ! Atualmente pelo menos, quem sabe daqui um tempo........ Mas o teste ficou muito bom, da vontade de subir na moto e ir p/ estrada sem rumo, só pelo prazer de pilotar.

Obs: não faço a minima ideia do que é rss tbm !
De marcos a 16 de Julho de 2008 às 03:01
sim, com esta BMW tem que cair na estrada e nao voltar. Mesmo pq com este preço, o único jeito mesmo é comprar e fugir com a moto para onde o cobrador não possa me achar :)
De lucas rj a 16 de Julho de 2008 às 04:25
o rss é bom para quem acompanha muitos blogs ou sites com muitas atualizações.

imagina a pessoa que acompanha 15 destes blogs ou sites: sem o rss ela teria que todo dia entrar em cada um destes 15 blogs/sites pra ver se algum deles foi atualizado. já com o rss vc sabe quando cada um é atualizado. e o dono do blog/site escolhe se a pessoa só vai ter um pedaço da notícia/conteúdo (para forçar a pessoa a entrar no site) ou se ela vai ter acesso a notícia toda.

espero ter ajudado...

abraços
De Adalberto a 16 de Julho de 2008 às 16:24
Tite, bacana suas impressoes, esse negocio de dinamometro, correvit e fotocelulas eh tao chato que so serve pra alimentar a briga entre Twister x Fazer.
Voce chegou a andar na F800GS? Sei que eh nova e acho que nao chegou no Brasil.
Aqui na Inglaterra esta sendo muito elogiada, pois eh mais leve, enconomica e barata que a 1200, e anda um pouco menos...mas eh lindona...
De motite a 16 de Julho de 2008 às 20:09
Obrigado pelas explicações sobre Feed e RSS, já entendi.

Ada, ainda não chegou a F800Gs no Brasil, mas eu já fui convidado pela BMW pra testá-la.
De Adalberto a 17 de Julho de 2008 às 16:47
O inveja...
Nao esquece de postar as impressoes...
De Rodolpho a 17 de Julho de 2008 às 01:03
Tite, ainda aceita 30 reais pra me falar sobre as melhorias que posso fazer na minha Fazer 250cc???

Se fosse pra ter uma BMW queria ter a K1200r, pena que é muiiiito grande! Mas se tivesse uma F800 ja estaria legal.
De motite a 17 de Julho de 2008 às 16:29
Rodolpho

Se vc já tem meu livro de crônica não precisa pagar a caixinha... escreva no e-mail motite@sapo.pt
De Rodolpho a 17 de Julho de 2008 às 01:08
Acho as esportivas o máximo...mas meu sonho é ter uma naked fodastica! Tipo a Benelli TnT Café Racer ou a Mv Brutale....Nossa, queria muito....ainda bem que formei...vou começar a trabalhar e juntar o máximo de dinheiro...Vai demorar, mas chego lá.... Fim de semana passado vi uma Fazer 600cc N. Achava a moto feia, so tinha visto por foto....mas ao ver uma de perto, parada na minha frente, mudei de opiniao na hora! A moto é extemamente compacta, parece ser até mais que a velha Hornet. E o dono ainda colocou um escape de carbono Two Brothers! Delirei!!! Talvez seja a minha próxima. Gostei da MT-03, mas nego ta metendo o pau nela...esse mês na "Revista da Moto" todos disseram (no teste 24h) que ela sai de frente e que a caixa de direção parecia solta....bom, tem que ver pra crer....
De Daniel Cury a 21 de Julho de 2008 às 19:03
Fala Tite, qt tempo meu amigo. Estou sempre acompanhando seu trabalho, apesar de que eu escrevo muito pouco pra vc....Tb ficar escrevendo pra homem....hehehe
Boa sorte com o blog já é um sucesso.
Agora vc vai lembrar de mim, sou o Daniel que fez o curso com uma comet preta e tomei um tombinho...rs (acho que só eu cai até agora)
Em falar nisso, to de GS agora, são outros 500... E to pensando em dar uma esticada até Pira pra aprimorar a técnica..
Abraços

Comentar post

.mais sobre mim

.Procura aqui

.Abril 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Honda lança SH 150i, um s...

. Cinco motivos para ter um...

. Cinco dicas de segurança ...

. SpeedMaster agora é BikeM...

. Dicas do DETRAN-SP: trans...

. Educação de trânsito nas ...

. Do pó vieste: saiba como ...

. Vai dirigir no exterior? ...

. Como emagrecer com skate

. O que esperar de 2017

.arquivos

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Março 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds