Segunda-feira, 24 de Agosto de 2009

Somos uns boçais

(Jipe e motos se encontram no mesmo ponto da estrada)

 

Como meus leitores sabem, eu começo a semana dando uma geral nos jornais de todo mundo pelo site Today’s front pages. É uma espécie de resenha de jornais de todo o mundo, com links para os sites. Dependendo do país, pode-se ter a chance de ver a capa (primeira página) dos jornais do mesmo dia. E o que sempre me deixa impressionado é a quantidade de acidentes de trânsito estampada nas primeiras páginas, reflexo da carnificina do domingo. E mais: é grande e universal o assustador índice de acidentes com motociclistas.

 

O problema de acidente com motociclistas não é exclusivo do Brasil e menos ainda de países pobres, porque pode-se ler ocorrências em vários países desenvolvidos. Alguns acidentes são os previsíveis: motos esportivas em alta velocidade nas estradas de mão dupla. De repente, basta um erro para a moto invadir a pista contrária e bater de frente com algum outro veículo. Neste domingo um jovem morreu na região Reggio Emilia (norte da Itália) outro ficou gravemente ferido quando duas motos esportivas alvejaram um Jeep de frente! Até o motorista do Jeep está internado em estado grave. As três vítimas tinham menos de 25 anos.

 

(motorista sai da garagem sem olhar: mais um acidente fatal)

 

Mais ao norte, na região do Alto Adige, outro acidente fatal com motociclista de 45 anos. Dessa vez por absoluta imprudência de um motorista que saiu da garagem de casa sem olhar e foi atingido pela moto. A esposa do motociclista estava internada em estado grave na UTI.

 

Aqui no Brasil, em Pernambuco, uma obra mal sinalizada custou a vida de uma jovem de 19 anos que estava na garupa de uma moto. Um enorme buraco aberto na rua já tinha provocado quatro acidentes; um motociclista não percebeu a obra e bateu nos cavaletes de sinalização. A jovem foi arremessada por cima da moto e morreu antes de ser socorrida. Não ficou claro se estavam equipados.

 

(aqui no Lisarb: obra que mata!)

 

O acidente mais insólito foi no Peru, quando o passageiro de uma moto-taxi foi baleado por pistoleiros. A notícia não deixou claro o motivo do tiroteio, mas a vítima sobreviveu e certamente terá muito que explicar!

 

Essa rotina de primeiras páginas com acidentes de trânsito tem uma característica bem interessante: quanto mais pobre e provinciana é a região, maior é o destaque aos acidentes, sobretudo os fatais. O sensacionalismo ainda é uma ferramenta muito usada para vender jornal.

 

Se os jornais de São Paulo publicassem acidentes fatais com motociclistas na primeira página não haveria espaço para mais nenhuma notícia. Mesmo se o Lula desse um tiro na cabeça a notícia sairia só na segunda página. Se sobrasse espaço!

 

O que mais me assusta nessa publicação diária de notícias com acidentes envolvendo motociclistas é se tornar tão habitual a ponto de se tornar o padrão. Tenho certeza que um dia ainda vamos encarar o acidente de trânsito como algo tão natural quanto um cachorro latir, um gato miar ou um pássaro voar.

 

Muito antes de chegarmos a essa chacina mundial, o compositor Caetano Veloso já deu sua contribuição à essa boçalidade do trânsito violento ao criar os primeiros versos da música “Podres Poderes”

 

“Enquanto os homens exercem
Seus podres poderes
Motos e fuscas avançam
Os sinais vermelhos
E perdem os verdes
Somos uns boçais...”

 

É isso: enquanto motos e fuscas ignoram os sinais de trânsito os verdes – nós – vamos nos sentindo cada vez mais boçais!



publicado por motite às 18:30
link do post | comentar | favorito
6 comentários:
De Gusta a 24 de Agosto de 2009 às 20:21
Bem assim mesmo, ontem mesmo na rede "fogueira santa" Record passou um especial sobre os rachas de carros e de motos. O tiozinho barrigudo se orgulhava que já tinha atingido 310 km/h com sua moto (uma R6... poarim do iludido motoqueiro-pescador).

Destaque em relação ao acidente que vitimou um policial rodoviário devido a imprudência de alguns exibicionistas do guidão.

Já no lado dos carros, a situação não era muito diferente, um bando de maloqueiros com seus gols quadrados e 137 kg de pressão no turbo "apavorando" nas ruas e avenidas onde até as pedras da calçada sabem que haverá racha em tal dia e hora.

Podres poderes e boçais são uma combinação bem perigosa....
De Vinicius Vedovatto a 25 de Agosto de 2009 às 16:47
Eu vi a Reportagem da Record.
O Pescador da R6 tava andando junto com: 1 hornet, 1 cb 500 e uma R1 do ano de 1998 ~ 2000.
Vi os maloquero dos golzinho e teve um com um Audi que falou que mesmo com a mulher e a filha com 9 meses não deixo de tirar um peguinha com elas no carro (e ainda deu risada o FDP)

Fiquei com uma dúvida, se eu cair por causa de um buraco aberto, ex, pela Sabesp posso ser indenizado?
De Alexandre Penna a 25 de Agosto de 2009 às 03:55
Ola Tite.

Nunca volto de SP para Campinas na segunda cedo, mas devido ao fato que estava de moto, sai as 5h da matina de SBC , pois não queira voltar domingo a noite e ainda por cima chovendo Já na Rod . dos Bandeirantes, o transito para de repente, e eis que me deparo com mais um acidente. A cena do motociclista no asfalto, sem vida, me deixou o dia inteiro mal. Ainda agora vejo a cena na minha mente como se fosse na hora que passei por lá , e acho que não vou esquecer mais... Pensei que por talvez 1 segundo que alguém fosse mais devagar nada teria acontecido, por simples precaução com a pista molhada...

Leio a confirmação da cena na internet, em uma nota mais alertando do transito que do problema ou da vida levada tão estupidamente... Nada que se faca vai trazer a vida dele de volta... Parece que a vida não tem mais valor... Que quando ao comando da maquina, nada mais importa senão o chegar ao destino antes, passar por cima de tudo, ser o mais rápido , o melhor, ou qualquer outra forma de vaidade ou egoísmo . Ninguém parece achar que acidentes ceifam vidas, historias, carreiras, famílias . Acho que por isso em alguns países não se fala mais "acidentes" e sim "colisões", pois acidente tem um ar menos grave, como o quando de corta um dedo ou se derruba café na mesa...

Será que estamos errados em tentar ser certos? Será que seguir um conjunto de regras tão simples pode ser assim tão penoso? Quantas buzinadas já levei de parar no pare, de dar a vez aos pedestres, de andar no limite da via... Quantas vezes não tive de fazer o retorno porque não era possível atravessar a as faixas continuas, ou simplesmente não mais seguro sair da via? Será que vida não tem valor? ou ninguém vê que a vida dos outros tem valor?

Desculpe o desabafo, mas ao ler seu texto hoje não aguentei...

Abraços
De Luza a 25 de Agosto de 2009 às 18:48
Costumo dizer que a pressa do ser humano o faz viver menos.
Pressa em pilotar algo que desconhece, pressa em chegar a algum lugar, pressa em mostrar suas habilidades ou mesmo pressa em provar pra si mesmo o quanto pode ser bom.
A calma e a paciência ajudam principalmente no trânsito: não custa olhar antes de sair da garagem, dar uma paradinha ou ao menos reduzir antes de um cruzamento, parar no sinal vermelho... pressa em viver só faz morrer jovem e "chegar antes da hora no céu".
Tá com pressa? Sai mais cedo.
Pode não ser o caso exato do final de semana mas a adrenalina produzida no corpo acho que é a mesma!
De Pedro"FozdoIguaçu"Terradamuamba" a 29 de Agosto de 2009 às 00:56
mandei um e-mail para vc tite,com slides de uma R-1, vc ja deve ter visto, achei muito triste.Nós motociclistas,motoboys e pilotos temos a plena certeza de que qualquer deslize e piscar de olhos pode nos custar a vida.
Por incrivél que pareça,o capaçete fez o papel dele, ficou quase intacto,salvo a viseira que sumiu...
Eu tenho uma Cg 125- 1996, vale 2.400 reais e uso um capaçete de 400,00 reais acredito que vale muito a pena comprar equipamentos de proteção que garantam ou ajudem a salvar minha vida e da minha muxtchatcha...
Abçs...
De motite a 29 de Agosto de 2009 às 02:55
Pedro dois avisos:

1) Não mande mais esse tipo de foto, é nojento!

2) Vc está com um vírus no seu PC, pq logo em seguida eu recebi uma mensagem com seu endereço contendo um vírus!!!

Comentar post

.mais sobre mim

.Procura aqui

.Julho 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. 10 dicas para comprar e u...

. Mamma mia! Como é a nova ...

. Clássica zero km, Royal E...

. As marcas do consumo

. Tutorial: como fazer um s...

. Cinco coisas que só um ju...

. Café com classe: Triumph ...

. A cara do Brasil, conheça...

. Honda lança SH 150i, um s...

. Cinco motivos para ter um...

.arquivos

. Julho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Março 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds