Segunda-feira, 26 de Setembro de 2016

Shopping D é o novo endereço da ABTRANS

Foto_1.jpg

As aulas são realizadas em uma área de 8.000 m2

ABTRANS realiza cursos regulares no piso superior do Shopping D 

São Paulo – O que fazer para reduzir o número de vítimas de trânsito em uma cidade do tamanho de São Paulo? Esta é a pergunta que desafia os especialistas em trânsito e mobilidade urbana e que não vai tem apenas uma resposta. Mas há pelo menos um ponto em comum entre todos os especialistas: é preciso melhorar a qualidade da formação dos novos motoristas e motociclistas. 

Foi pensando nisso que em 2014 nasceu a ABTRANS – Academia Brasileira de Trânsito – com sede em São Paulo e que tem como objetivo formar novos motociclistas, habilitados ou não. Para 2016 a novidade é a mudança para um novo endereço, no estacionamento superior do Shopping D, no bairro do Canindé. Com uma área de 8.000m2 foi possível montar uma pista de treinamento que permite engatar todas as marchas das motos e simular situações do trânsito. 

Foto_2.jpg

ABTRANS é a única escola que oferece curso para scooters 

“Uma das deficiências da formação de novos motociclistas em moto-escolas tradicionais é o tamanho da pista de treinamento, tão pequena que os alunos não conseguem usar nem a segunda marcha”, explica Tite Simões, 57 anos, jornalista e instrutor de pilotagem de moto há 25 anos. Segundo ele, nos moldes atuais o novo motociclista não sai preparado para enfrentar o trânsito de uma cidade como São Paulo. 

No novo espaço para aulas, os alunos da ABTRANS aprendem a trocar de marchas, frenagem equilibrada, desvio de obstáculo, domínio em baixa velocidade e muito mais. As aulas são realizadas sempre nos fins de semana (sábado ou domingo), com duração de quatro horas cada aula, sendo uma hora de teoria e o restante de exercícios práticos.

Foto_3.jpg

 Podem participar motociclistas habilitados ou não, com ou sem moto. 

“O aluno pode fazer mais de uma aula e nós avaliamos se ele está apto a enfrentar o trânsito no dia a dia”, esclarece Ronaldo Guimarães, 50 anos, instrutor e sócio na ABTRANS. 

Outro benefício oferecido com exclusividade pela ABTRANS é o curso para usuários de scooters. “Nós somos os pioneiros em oferecer um curso específico para quem quer pilotar scooters, inclusive temos uma à disposição dos alunos”, adianta Tite Simões. De acordo com o instrutor, hoje a legislação obriga o cidadão a fazer aulas e exame em uma moto com embreagem e marcha, mesmo que ele queira apenas pilotar uma scooter automática, sem embreagem. 

Para se inscrever basta entrar em contato pelo e-mail: info@abtrans.com.br e solicitar a ficha de inscrição. Os valores variam a partir de R$ 190,00.

Serviço – Curso de Pilotagem de Moto e Scooter ABTRANS

Local – Estacionamento superior do Shopping D, Av. Cruzeiro do Sul, 1.100, Canindé.

Data – Aos sábados ou domingos, das 9:00 às 13:00 hrs

Valor – A partir de R$ 190,00

Tel: (11) 5681-4518 / 9 9458-7351 / 9 7451-0208

* ABTRANS tem apoio oficial da ABRACICLO e utiliza motos Honda e Yamaha.

 

publicado por motite às 03:07
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 20 de Setembro de 2016

ABTRANS inaugura nova área de cursos

Foto2_Tite.jpg

Tite Simões, jornalista e instrutor. (Foto: Mário Bock)

ABTRANS inaugura nova área de cursos na Semana Nacional do Trânsito 

São Paulo – Dentro da programação da Semana Nacional do Trânsito (de 18 a 25 de setembro), a ABTRANS – Academia Brasileira de Trânsito – vai inaugurar o mais novo espaço para cursos de pilotagem de moto. Com uma área de 8.000 m2, a nova pista fica no estacionamento superior do Shopping D, na zona norte de São Paulo. A abertura será dia 24 de setembro, sábado, com aula teórica e prática a partir das 9:00 horas. 

A ABTRANS surgiu em 2013 a partir das experiências de dois profissionais da área de segurança de motociclista. Ronaldo Guimarães, 50 anos, é fabricante de equipamentos para motociclistas e Geraldo Tite Simões, 57 anos, é jornalista especializado e instrutor de pilotagem. Motociclistas experientes que rodam diariamente pela cidade, perceberam que não podiam mais ficar apenas olhando os erros cometidos no trânsito, principalmente pelos iniciantes e decidiram partir para a ação, criando a ABTRANS, uma empresa voltada para a qualidade de vida na mobilidade. 

Foto1_ronaldo.jpg

Ronaldo Guimarães: fabricante de equipamento de segurança e instrutor. 

“Depois de observar as estatísticas e o comportamento dos novos motociclistas decidimos que era hora de dar à cidade um espaço para ensinar as boas práticas no trânsito”, afirma Tite Simões, que tem mais de 25 anos de experiência na formação de motociclistas. Segundo ele, “mais de 67% dos acidentes envolvendo motociclistas acontecem com quem tem menos de um ano de habilitação, o que comprova a necessidade de uma formação especializada”. 

De acordo com Ronaldo Guimarães, “hoje muitos moradores de São Paulo estão adotando a moto como meio de transporte para reduzir até pela metade o tempo de deslocamento e isso traz novos motociclistas ao cenário urbano, que merecem de um treinamento mais eficaz”. 

shoppingD_1.jpg

A ABTRANS tem motos de 110 a 300cc para os alunos. 

Para o Shopping D essa ação vem ao encontro das preocupações com a segurança no trânsito. Por se tratar de uma ação social, a administração não só apóia a realização dos cursos como ainda contribuiu com a criação de um espaço coberto para montagem da sala de aula com 80 m2, capaz de receber até 30 alunos por turma. 

As aulas serão realizadas aos fins de semana (sábado ou domingo a partir das 9:00) para pessoa física e durante a semana para empresas. A carga horária varia de quatro a oito horas e podem se inscrever até mesmo pessoas não habilitadas. A ABTRANS dispõe de motos de 110 a 300cc para quem ainda não comprou. 

Além das aulas, a ABTRANS realiza gratuitamente palestras sobre segurança no trânsito em empresas, motoclubes e universidades. O tema das palestras abordam todos os aspectos da mobilidade urbana, desde o pedestre, ciclistas, motociclistas e motoristas. 

Esta importante prestação de serviço conta com apoio da ABRACICLO – Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, bicicletas e Similares – e já formou mais de 2.000 motociclistas. 

Serviço – Inauguração novo espaço de cursos ABTRANS.

Local – Shopping D – Av. Cruzeiro do Sul, 1100, Canindé, São Paulo. Entrada pela Portaria 1.

Data – 24 de setembro, a partir de 9:00 hrs.

Informações – info@abtrans.com.br

Tel – (11) 5681-4518/ 9 9458-7351/ 9 7451-0208 

* ABTRANS tem apoio oficial da ABRACICLO e utiliza motos Honda e Yamaha.

 

 

 

 

publicado por motite às 00:13
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 14 de Setembro de 2016

Yamaha lança novo scooter 125 com nome Neo

miosouli125-bwc-b.png

 

Trata-se do modelo lançado em 2014 nas Philipinas com o nome Mio Soul

Preço sugerido: R$ 7.999

Estava eu testando um novo carver skate no Ibirapuera quando fui surpreendido pela chegada de vários jornalistas colegas a bordo dos novos scooters Yamaha Neo 125. O lançamento foi na capital, mas com data de embargo para dia 15. Como eu estava curtindo minha aposentadoria, não tenho compromisso nenhum com embargo proposto!

É uma tentativa bastante ousada – e tardia diga-se de passagem – de a Yamaha recuperar terreno no mercado de scooter. Na verdade nem foi tão atrasada assim, porque foi uma das primeiras a apresentar um scooter no mercado brasileiro com a Jog 50, logo depois que a Caloi começou a vender a linha Suzuki Address 50 e 100cc, lá em 1994.

MioSoulpreto.png

Preto brilhante 

Só que o pioneirismo da Yamaha acabou perdido em uma política de marketing questionável que lança e tira de produtos do mercado como eu troco de sapatos. Isso deixa o consumidor reticente na hora de comprar porque não sabe até quando aquele modelo estará em produção.

Agora parece disposta a recuperar o terreno colocando em menos de um ano dois ótimos produtos no mercado. A NMax 160 e agora a Neo 125. Vamos tentar decifrar como é esse novo Neo de novo (!).

miofarol.jpg

Farol lembra um personagem famoso de cimena 

Como é

O grande apelo visual é o conjunto ótico dianteiro que imita o olho de águia, daí o nome! Para o mercado Asiático é um tremendo chamariz, porque tem um belo acabamento e realmente impressiona pelo porte, que lembra um scooter maior. 

Aliás, do peso declarado de 96 kg pelo menos uns 10% deve estar nesse conjunto formado por farol, porque é desproporcional em relação à traseira fina e de leveza estética. Para ser sincero, essa frente lembra um pouco um personagem famoso do cinema conhecido como oitavo passageiro.

Miorodatraseira.jpg

Amortecedor só do lado esquerdo e freio a tambor na traseira 

Para concorrer com os outros scooters de 125 cc a Yamaha aposta firme no estilo e a postura mais de motoneta do que propriamente scooter. Ele vai brigar diretamente com o Dafra Cityclass 200. Para saber mais sobre o Neo 125 é só pesquisar Yamaha Soul i 125 ou Mio GT 125 no Google que está tudo lá.

mioportaobjetos.png

Porta objeto sob o banco é pequeno: 14 litros 

O motor quatro tempos, monocilindro, SOHC, arrefecido a ar, é alimentado por injeção eletrônica e capaz de desenvolver cerca de 10 CV a 8.000 RPM com torque por volta de 1,0 Kgf.m a 5.500 o que projeta um motor bastante elástico e econômico. Nada de muito sofisticado no painel, com dois instrumentos – velocímetro e marcador de combustível – mas com úteis porta-objetos. A capacidade do tanque de gasolina da versão filipina é de 4,2 litros, mas duvido que a Yamaha do Brasil manteve esse tanquinho, certamente aqui no Brasil ele deve chegar em 6,0 litros. 

Com quadro do tipo underbone, com estrutura formando um “U” permitiu o piso baixo e plano. Isso me agrada muito porque facilita o transporte de objetos no assoalho. Quem já teve de transportar uma CPU sabe o que estou explicando. 

miopainel.jpg

Painel tem um sistema que controla o consumo instantâneo.

Como vai

Bom, como não andei na motoquinha, só posso avaliar pela ficha técnica mesmo, mas gostei das rodas de 14 polegadas, com pneuzinhos 80/80 na frente e 100/70 na traseira. Apesar das rodas de liga leve, os pneus são com câmera. A suspensão dianteira é por garfo hidráulico, enquanto na traseira apenas um amortecedor do lado esquerdo. Enquanto o freio dianteiro é a disco e a tambor na traseira.

miopezinholateral.jpg

Switch impede o motor de ligar com o pezinho abaixado. 

Bom, se quiser saber mais, veja a ficha técnica completa abaixo e alguns dados de desempenho que chupei de um site malaio. Mas se quiser ver um filme com trilha sonora de legítima bossa nova clique AQUI! 

miosouli125-matteblack-b.png

 

Versão pretinho fosco básico

 

 

Miovermelha.jpg

Neo vermelha flagrada nas ruas de SP. (Foto: Alexandre Silva)

Medidas

Comprimento – 1.870 mm

Largura – 685 mm

Altura – 1.070 mm

Distância entreeixos – 1.260 mm

Altura do assento – 773 mm

Vão livre do solo – 135 mm

Peso (em ordem de marcha) – 96 kg

Capacidade do tanque – 4,2 litros

Motor

Quatro tempos, monocilindro, arrefecido a ar, SOHC, duas válvulas

Deslocamento – 125 cm3

Diâmetro x curso – 57,0 x 58,7 mm

Taxa de compressão – 9,5:1

Potência Máxima – 9,4 PS a 8.000 RPM

Torque Máximo – 1,0 Kgf.m a 5.500 RPM

Partida – Elétrica/pedal

Embreagem – seca, centrífuga

Transmissão – automática por polia variável

Variação de relação – 2,478 a 0,829

Suspensão dianteira – garfo hidráulico

Suspensão traseira – monoamortecida, braço oscilante único

Cáster – 26,5º

Trail – 100 mm

Pneu dianteiro – 80/80-14, com câmera

Pneu Traseiro – 100/70-14, com câmera

Farol – bulbo e LED 12V 

Desempenho (aproximado)

Aceleração

0 a 60 km/h – 7,1 seg.

0 a 80 km/h – 13,6 seg.

0 a 100 metros – 8,8 seg

0 a 200 metros – 13,6 seg

0 a 400 metros – 22 seg

Vel. Max no velocímetro – 100 km/h

Vel. Máxima aferida – 93,9 km/h

 

publicado por motite às 01:25
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 13 seguidores

.Procura aqui

.Novembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Salão da recuperação

. Viajar de moto é tudo de ...

. Honda Day: as novas CB 65...

. Prazer em encolher: Ducat...

. Linha 2018 Honda chega co...

. Vide Versinha

. Comprei um capacete!

. Indian Motorcycle comemor...

. É uma BMW! Teste da BMW G...

. Parque de diversões, um d...

.arquivos

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Março 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds